A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/01/2014 15:56

Acusado de participar de tiroteio que matou criança de 11 anos continua foragido

Bruno Chaves
Valmor continua foragido (Foto: Divulgação/PC)Valmor continua foragido (Foto: Divulgação/PC)

As polícias do Estado continuam atrás de Valmor Martins Cabreira, 26 anos, acusado de dar cobertura ao tiroteio que matou Matheus Garcia Cabral, 11, atingido na cabeça por uma bala perdida. O caso ocorreu no dia 22 de dezembro no Parque do Sol, em Campo Grande.

O pedido de prisão preventiva de Valmor foi feito pelo delegado Jairo Carlos Mendes, da 5ª Delegacia de Polícia, cinco dias depois do crime. De lá para cá, o acusado continua foragido. “Já relatei o inquérito porque o prazo venceu. Mas estou com a prisão dele decretada”, disse.

Conforme o delegado, Valmor já tem passagem e é velho conhecido da polícia. No dia do crime, ele estaria dirigindo um carro e deu cobertura ao homem que se envolveu em um tiroteio que vitimou a criança.

O caso – O menino Matheus, morto em dezembro com uma bala perdida na cabeça, perdeu a vida no lugar de Anderson Patrício de Oliveira, 27 anos, conhecido como Maninho. Após cinco dias de investigações, a Polícia Civil concluiu que Jefferson Osmar Teixeira Ramão, 25, foi o autor dos disparos que vitimou a criança.

Segundo o delegado, Jefferson queria matar Anderson por um desentendimento entre famílias.

Acusado pela polícia de ser autor do disparo que matou o menino, Jefferson confirmou que trocou tiros no dia da tragédia, mas negou ser o autor do disparo que vitimou a criança. Ele se entregou à polícia no dia 30 de dezembro e continua preso.

Anderson, o alvo do atirador, também é procurado pela polícia, mas pelo fato de ele ser foragido da Colônia Penal desde o dia 20 de julho desse ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions