A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

10/07/2013 19:15

Administração de cemitério vai verificar sumiço de ossada

Viviane Oliveira

A administração do cemitério público São Sebastião, na avenida Coronel Antonino, em Campo Grande, afirmou que vai verificar o sumiço da ossada de um menino que foi enterrado há 22 anos no local.

Rita da Silva Martinez, de 49 anos, registrou no final da tarde de ontem (9) um boletim de ocorrência dizendo que o corpo do filho havia desaparecido. “Eu comprei o terreno no cemitério, eles não tinham o direito de fazer isso”, lamenta.

Rita contou que esteve no cemitério na tarde desta terça-feira e constatou que a cruz onde o filho havia sido sepultado estava em outra cova, ao lado do túmulo que lhe pertence. 

Ela então procurou a administração do cemitério e disse o que havia acontecido. Um funcionário foi até o local e ao abrir a cova onde a cruz estava foi encontrado o corpo de uma criança, que não é do filho dela.

A mulher então pediu que o coveiro abrisse o túmulo de sua propriedade, no qual deveria estar enterrado o filho, porém no local estavam os restos mortais, aparentemente, de um feto prematuro. 

Segundo o administrador do cemitério, Milton Taíra, será instaurado um procedimento para apurar o que aconteceu, mas acredita que os restos mortais encontrados em um dos túmulos são do filho de Rita, que morreu vítima de um tumor no cérebro quando tinha 1 ano e sete meses.

A mulher disse que a roupa, nos dois casos, não é a mesma que o menino foi enterrado na época. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil, mas será investigado pelo 3º DP.

Mulher procura Polícia após corpo de filho sumir de cemitério
Uma mulher de 49 anos procurou a Polícia Civil nesta terça-feira (8) para registrar que o corpo do filho enterrado no cemitério São Sebastião, na ave...
Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...


Rita, seu filho esta no céu, não fique remexendo, procurando ossada, pra que vc quer, deixe este anjinho descansar em paz..
 
Mirtes Lourenço Camilo em 10/07/2013 19:49:53
22 anos, muito tempo para estar vigiando ossada, isto não vai levar a nada, só sofrimento.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 10/07/2013 19:45:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions