A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/01/2014 13:40

Advogado diz que não sabia do paradeiro de Matheus e ficou surpreso com prisão

Mariana Lopes e Graziela Rezende
o advogado Armando Garcia disse que não sabia da internação de Matheus (Foto: Cleber Gellio)o advogado Armando Garcia disse que não sabia da internação de Matheus (Foto: Cleber Gellio)

O advogado de Matheus Georges Zadra Tannous, 19 anos, suspeito de agredir a namorada Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 18, no réveillon, em Campo Grande, acompanha o depoimento do rapaz na delegacia e garante que não sabia do paradeiro dele.

Matheus foi preso na manhã de hoje (22), no hospital psiquiátrico Nosso Lar, na Capital, onde estava internado. O pai do jovem, o médico Michel Georges Tannouns, disse que o encontrou perambulando na rua e o levou para tratamento.

Contudo, os últimos fatos são novidades para o advogado, Armando Garcia, que cuida da defesa de Matheus. Ele afirma que soube da prisão de seu cliente atrás da imprensa e disse ainda que foi surpreendido com a notícia.

“Eu tenho que ver o estado de saúde dele e saber o porquê ele foi retirado do hospital”, ressalta o advogado, que também enfatizou que precisa saber se Matheus realmente tem algum distúrbio.

Versão do acusado – Matheus presta depoimento, na tarde de hoje, na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). Segundo a delegada responsável pelas investigações, Rosely Molina, a oitiva do acusado deve ser bastante demorada, pois ela o colocará em “confronto” com as declarações de Giovanna.

Embora a estudante não tenha prestado depoimento oficialmente à polícia, a delegada diz que tem base nos relatos feitos pela jovem até mesmo pela imprensa, nos quais ela considera ter sido agredida. “O Matheus vai ser questionado sobre tudo”, afirma Molina.

Ainda de acordo com informações da delegada, a polícia irá cumprir o mandado de prisão e Matheus deve ser encaminhado, logo após o depoimento, para a 4ª Delegacia de polícia Civil. Contudo, Molina afirma que se houver vaga no presídio, o acusado pode ir ainda hoje para lá.

Crime - Giovanna foi internada na madrugada do dia 1º de janeiro, com quatro fraturas no rosto, duas no maxilar e duas abaixo do olho direito, sendo que precisou passar por cirurgia.

Ela permaneceu internada na Santa Casa por alguns dias e viajou ontem para Londrina (PR), para passar alguns dias com a mãe, sem prestar depoimento. A intenção é retornar assim que obtiver o aval da psicóloga para falar sobre as agressões, segundo familiares.



Se o advogado sabia onde o cliente estava, o pai está mentindo ao afirmar que o encontrou perambulando pelas ruas.
Sabemos que tudo não passa de manobras do advogado e do pai para enrolar a justiça.
Só esperamos que este maluco não fique impune, e pague pelo que fez.
 
VALDIR VILLA NOVA em 22/01/2014 16:51:43
Dr, não se faça de besta. Sabes que a cada dia foragido a situação de seu cliente piorava mais, daí a ideia de entregar o moço. O pai cuida do lado médico e o advogado do lado jurídico. Boa ideia.Se ele estivesse preso diríamos que ele é inocente e ajudaria no computo geral. Suponhamos que a vitima realmente caiu e teve aquele estrago.O namorado iria fugir, mentir, precisaria de advogado ou nesse momento estaria ao lado de sua amada, dando apoio moral e financeiro no grave acidente?Ele espancou a indefesa moça que no primeiro murro desmaiou e ele continuou a bate-la, isso é fato. Dái a querer nos enganar com essa estratagema ridícula? Mateus, arranje outro defensor. Fica a lição: crime não compensa, seu pai ta gastando todas as economias por conta de sua covardia e fuga.Bem feito.
 
samuel gomes-campo grande em 22/01/2014 15:24:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions