A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/01/2014 16:49

Namorada “agredida” tem lapsos de memória e se mudará para Londrina

Bruno Chaves
Família ainda não sabe se perda de memória é temporária ou definitiva (Foto: Reprodução/Facebook)Família ainda não sabe se perda de memória é temporária ou definitiva (Foto: Reprodução/Facebook)

Dezessete dias depois de ser supostamente agredida pelo então namorado Matheus Georges Zadra Tannous, 19 anos, a jovem Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 19 anos, ainda se recupera de uma cirurgia reparadora na face. A mãe dela Janaína Nantes revelou que levará a jovem para morar em Londrina (PR) assim que ela receber alta médica e melhorar dos lapsos de memória.

“A Giovanna não se lembra direito das coisas. Ela tem vários lapsos de memória. Se você visitar ela hoje de manhã, de tarde ela já não lembra mais. Não sei se é perda recente de memória ou se vai ficar para sempre, a psicóloga ainda não descobriu”, explica Janaína.

Por esse motivo, a profissional que acompanha Giovanna ainda não liberou a jovem para prestar depoimento sobre a noite da suposta agressão, na virada do ano. “Temos que deixar bem claro que a Giovanna não pode falar agora porque ela não lembra direito do que aconteceu. Se ele chegar e falar isso para a delegada, pode atrapalhar as investigações”, comenta. “As pessoas podem achar que ela não quer contribuir, mas não é isso”, garante.

Janaína mora em Londrina e veio a Campo Grande depois que soube da internação da filha. “Não procurei a família dele [Matheus] e eles não nos procuraram. Na verdade, não quero conversas. Tudo está na mão da Justiça”, diz. Janaína contou que conheceu Matheus em novembro passado quando veio visitar a cidade.

“Eu não conhecia ele direito e não posso dizer como era o comportamento dele”, comenta. Dessa forma, Janaína pretende levar a filha para o Paraná assim que toda a “tempestade” passar. Giovanna, segundo a mãe, morou em Londrina até os 12 anos quando veio para Campo Grande viver com o pai.

A família do pai da jovem mora em Mato Grosso do Sul e a da mãe reside no estado vizinho. “Mas assim que ela for liberada pelo médico vou levá-la para Londrina”, afirma Janaína.



Independente, mãe é mãe, minha mãe mora longe de mim enem por isso deixou de ser minha mãe amada, cada um é cada um e se ta interessada em ben$ maiore$ também não interessa ! oque interessa é que algo aconteceu naquela noite, e vcs estão se esquecendo da Justiça de Deus, as dos homens falham sim e muito, mas a de Deus nao ! e outra um dia esse menino também terá filhos, filhas....parem de criticar e deixem as coisas correrem do jeito que tem que correr, e torcer pra que ela se recupere, e nao somente se livre das sequelas físicas, como dos traumas na sua psique, na sua alma, para que possa dar continuidade a sua vida ! Giovanna, estou torcendo por voce minha linda, tudo dará certo ! nao liguem pra quem te critica porque vc não lembra, existe alguém que tudo vê e ele será por vc !
 
Thiarlene Centuriao em 20/01/2014 12:32:44
Estou torcendo pela recuperação da Giovanna, e pela prisão do agressor.
Mas se a mãe da moça levá-la para Londrina, vai se ausentar da cidade, dificultando os depoimentos como é de costume da justiça, e tudo poderá terminar em pizza.
Se a mãe quase não participou da adolescência e da juventude da filha, porque está com pressa em levá-la embora ?
 
VALDIR VILLA NOVA em 18/01/2014 09:23:18
ainda tem uns inteligente que se diz de sabio que a menina nao ficara com nenhuma sequela ;; e pra acabar essa inteligencia desse povo;;; se fosse filha dele queria ver ;;esse moleque tem e que pagar o que fez com essa menina nao importa se tava bebado ou seja la o que for ; isso nao vem ao caso;;isso foi uma tentativa de homicidio, covarde sem defesa da vitima,,, porque nao vem bater na minha cara ;;;
 
gilberto ferreira de lima em 18/01/2014 09:16:52
DECULPE-NOS DE CONCLUIR QUE ELA NAO QUER COLABORAR. MAS ETÁ EVIDENTE ISSO. ELA SEQUER DIZ SE FOI OU NAO AGREDIDA. ALGUEM QUE NAO SABE ISSO, TÁ REALMENTE MAL. PRECISA DE INTERNAÇÃO PSIQUIATRA. TODO MUNDO, SRA MAE, QUER VER RESOLVIDO ESSE CASO E VER ESSA BANDIDO NA CADEIA. SAO PAIS E MAES QUE NAO QUEREM MAIS QUE SEUS FILHOS SEJAM A PROXIMA VITIMA DE PSICOPATAS COMO ELE. POR ISSO O DESEJO DE ELUCIDAR O CASO. A SRA, VAI LEVAR ELA PRA LONDIRNA, PRA TIRAR ELA DO HOLOFOTES DA MIDIA E DAS PESSOAS QUE COBRAM RESPOSTAS. ESTAMOS MESMO ACHANDO MUITO ESTRANHO TUDO I$$O.
 
LUCIANO MARQUES em 17/01/2014 20:31:06
Alguém aqui já caiu de cara no chão pra saber o que acontece?
Procurem o caso "Beatriz Segall" no google e depois comentem.
Neste ponto, nao sei o que é pior: O menino foragido ou a menina fugindo do depoimento, alegadamente sem memória do acontecido, vivendo da opnião da mãe e da tia, que vi$am ben$ maiore$.
 
Paula Gomes Machado em 17/01/2014 19:48:07
Admiro muito essa mãe,nem conhecia o cara com quem a filha morava.
É por isso que acontece essas tragédias,filhos abandonados,sem nenhuma orientação, se entregando a bebida.....
 
livia Pereira em 17/01/2014 19:40:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions