A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

19/06/2016 11:48

Agentes fecham o cerco ao uso de celular no trânsito a partir de amanhã

Fernanda Mathias
Durante a ação educativa, 24% dos motoristas estavam usando o celular (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Durante a ação educativa, 24% dos motoristas estavam usando o celular (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Depois de uma semana de campanha para alertar os condutores sobre os riscos do uso do celular ao conduzir veículos, os agentes de trânsito de Campo Grande começam amanhã uma ação para multar quem for flagrado cometendo a infração.

Conforme informações da Agetran, em corredores de tráfego que fazem deslocamento no sentido bairro-centro que foram monitorados, 24% dos motoristas que passaram nas vias no momento da blitz educativa usavam o celular, o que significa um a cada quatro.

Só neste ano foram multados 78.000 condutores por diversas infrações, sendo que 3.200 referentes a uso de celular no trânsito e 1.400 a não uso de cinto de segurança. No ano passado, levantamento da Agetran revela que de janeiro a dezembro, 294.000 multas aplicadas por várias infrações, destas 15 mil (5%) são referentes a celular no trânsito e 9 mil por falta de uso de cinto de segurança.

De acordo com dados do seguro DPVAT, pago em caso de morte ou invalidez, são registrados no Brasil cerca de 1,3 milhão de acidentes por ano relacionados ao uso do celular. Os dados também mostram que 80% dos motoristas admitem que utilizam o aparelho ou outras tecnologias que geram distração enquanto dirigem.

Além de atrapalhar o fluxo semafórico e pôr em risco quem transita pela via, a fração de segundos que o condutor perde ao digitar ou atender uma ligação no celular pode causar graves acidentes. Estudo do NHTSA (Departamento de Trânsito dos Estados Unidos) revela que o condutor que faz uso de dispositivos móveis enquanto dirige tem aumentada em 400% a probabilidade de se envolver em acidentes.

Segundo o diretor-presidente da Agetran, Elidio Pinheiro, nesta primeira fase da operação, que começou segunda-feira, 13, além do uso de aparelhos celulares durante a condução de veículos, foi observado um alto índice da falta de uso do cinto de segurança. O uso do item é obrigatório e indispensável, já que ele pode evitar, ou ao menos minimizar, ferimentos de acidentes graves como trauma craniano e lesão da medula, entre outros.

Bandidos invadem lanchonete, ameaçam e roubam proprietários
Dois homens armados invadiram uma lanchonete, ameaçaram e roubaram os proprietários e funcionários de um estabelecimento. O caso aconteceu por volta ...
Capital já tem 60,02% do eleitorado com cadastro biométrico realizado
Dos 606.409 eleitores atuais de Campo Grande, 363.991 já compareceram a um dos postos de atendimentos da Justiça Eleitoral e realizam o cadastro biom...
Campo Grande recebe em maio workshop sobre emergências e desastres
Campo Grande sediará em maio o 1º Workshop Internacional de Emergências e Desastres, evento que será realizado na Uniderp, em parceria com o Centro A...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions