A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/01/2013 17:59

Agentes poderão entrar em casas fechadas para combater dengue

Gabriel Neris
Procuradora argumentou a juiz que foram 7 mil casos de dengue na Capital (Foto: Divulgação)Procuradora argumentou a juiz que foram 7 mil casos de dengue na Capital (Foto: Divulgação)

Os agentes de saúde da Prefeitura de Campo Grande estão autorizados pela justiça a entrar em residências fechadas e desabitadas para combater o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. O juiz Luiz Gonzaga Mendes Marques recebeu da Procuradora do Município, Viviani Mora, o pedido de alvará em caráter de urgência na tarde desta sexta-feira (18), e a solicitação foi atendida.

A procuradora argumentou que foram notificados mais de 7 mil casos de dengue em 16 dias, em Campo Grande. “Trata-se de uma medida rápida e eficaz”, disse Viviani sobre a entrada nas casas fechadas. De acordo com a procuradora, cerca de mil residências nesta condição precisam ser visitadas para o combate ao mosquito.

Em 2007, quando a cidade enfrentou outra epidemia, a justiça também garantiu o acesso da Prefeitura as residências fechadas e também desabitadas.

Ontem, o prefeito Alcides Bernal (PP) anunciou em entrevista coletiva que daria início aos trâmites para decretar estado de emergência. A medida deve ser publicada no Diário Oficial de segunda-feira (21).

Bernal disse que a expectativa das autoridades de saúde é de que a epidemia neste ano ultrapasse a de 2007, quando foram 12 mil casos notificados somente no mês de janeiro. Em 2013, os casos do tipo 4 da doença já somam 64% das notificações.

Foram encontrados 2.600 focos do mosquito da dengue, sendo 93% desses em residências.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


Ainda bem que temos pessoas competentes como a Dra Viviani Moro, que trabalham ineterruptamente para que a linda Campo Grande continue linda e limpa
 
Silvana Barbieri em 19/01/2013 16:11:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions