A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/09/2011 16:33

Aldeias poderão contar com recursos do governo para produção a partir de outubro

Marco Antonio Brito

Retomada do Programa Aldeia Produtiva foi debatida durante encontro entre governador e coordenar da Funai em Campo Grande

André Puccinelli e o coordenador regional da Funai, durante a audiência de hoje. (Foto: Divulgação)André Puccinelli e o coordenador regional da Funai, durante a audiência de hoje. (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado deverá avaliar a retomada dos investimentos no Programa Aldeia Produtiva, que em seu lançamento forneceu patrulhas mecanizadas, sementes, insumos e assistência técnica para a produção agricola nas aldeias de Mato Grosso do Sul.

O assunto foi debatido em encontro no final da manhã de hoje (12) entre o coordenador regional da Funai em Campo Grande, Edson Fagundes, e o governador André Puccinelli (PMDB). A proposta da Funai é fortalecer as parcerias com o governo que beneficiem as aldeias do Estado.

"O Programa Aldeia Produtiva contribuiu muito para a comunidade indígena, mas os cortes nos gastos do governo, que também atingiram o projeto, fizeram a produção nas aldeias diminuir", disse Fagundes. Segundo ele, houve avanço na produção e o programa "teve grande significado para os índios. Eles até começaram a vender o excedente", afirmou. Durante o encontro com André, o coordenador regional da Funai apresentou ao governador números da demanda pelo incremento do programa.

O Aldeia Produtiva é inteiramente custeado com recursos próprios estaduais e executado por meio da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer). Com o apoio do programa, os índios conseguem produzir para o próprio sustento e também para comercialização, quando há excedente. Os produtos cultivados incluem basicamente feijão, arroz, milho, amendoim, mandioca e abóbora.´

Otimismo - Após o encontro, Edson Fagundes enalteceu a postura parceira do governador e saiu otimista com a possibilidade de implementação de novas ações de apoio produtivo às aldeias já neste quadrimestre. “O governador é um parceiro”, reforçou ele, que espera a liberação de recursos para o programa já a partir do próximo mês (outubro).

Durante a audiência com André, o coordenador regional da Funai, que abrange 40 aldeias nas áreas central e Pantanal de Mato Grosso do Sul, também recebeu do governador resposta positiva para apoio na segurança, sempre que oficialmente solicitado pela Fundação. Em torno de 30 mil índios vivem nessas comunidades.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions