A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

26/02/2014 09:39

Além da falta de kits e carne, creches estão sujas com fezes de pombo

Aliny Mary Dias
Mesmo após limpeza, fezes continuam em áreas de Ceinf (Foto: Arquivo Pessoal)Mesmo após limpeza, fezes continuam em áreas de Ceinf (Foto: Arquivo Pessoal)

O abandono e descaso em alguns Ceinfs (Centro de Educaçãio Infantil) de Campo Grande ganham um novo capítulo com a invasão de pombos em vários prédios. Pais reclamam que na instituição do Jardim Imá, as fezes dos pássaros infestam a área de almoço e lanche das crianças.

Uma das mães, que pediu para não ser identificada por temer represálias, tem um filho de 2 anos e 5 meses que estuda desde o ano passado no Ceinf. Ela explica que a situação se agravou nesse ano e a justificativa da diretoria do centro é que não há verbas para manutenção.

Os pombos se aglomeram na varanda da escola onde há o refeitório dos pequenos. As fezes dos animais sujam bancos, mesas e o chão. “Todos os dias quando a gente vê as meninas limpando logo cedo, mas mesmo assim ainda ficam marcas e o que mais preocupa é que muitas crianças comem com as mãos”, diz.

Diante da sujeira, pais se revoltaram e procuraram a diretoria da escola. A mãe conta que a justificativa da diretora é que não há dinheiro. “Os pombos entram no vão do teto, a diretora disse que não tem verba para manter as telas e por isso não tem como resolver”.

E esse não é o único problema que atrapalha a rotina de funcionários e preocupa pais. As telas que separam o terreno do Ceinf e a rua estão destruídas e possibilitam a entrada de animais e até a segurança das crianças.

Tela de proteção está estragada e não há recursos para ajustes, segundo diretoria (Foto: Arquivo Pessoal)Tela de proteção está estragada e não há recursos para ajustes, segundo diretoria (Foto: Arquivo Pessoal)

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura da Capital e a promessa é que uma equipe do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) irá até o Ceinf ainda hoje para checar a situação e orientar funcionários.

Abandono – O escândalo em Ceinfs da Capital ocorreu durante todo o ano passado. Primeiro houve denúncia de pais por falta de alimentação, situação negada várias vezes pela SAS (Secretaria de Assistência Social).

Carnes com sebo e cheiro de estragada também foram registradas nas cozinhas dos Ceinfs durante a administração de Alcides Bernal (PP). O último caso foi noticiado pelo Campo Grande News neste mês. Mães e funcionários denunciaram a falta de carne e alimentação exclusiva com ovos em vários centros.

De acordo com uma aposentada, 71 anos, que também não quis se identificar, falta comida e produtos de limpeza na escola. “Aqui falta de tudo, falta vagas, comida, até papel higiênico no banheiro não tem”, comentou. Ela conseguiu matricular uma neta de três anos no Ceinf, mas não consegue vagas para outras duas.

O outro problema é o atraso na entrega dos kits escolares. O prefeito Alcides Bernal também não realizou a compra dos uniformes para as crianças neste ano. O município ainda nem lançou o edital de licitação.



As pombas não são culpa do Bernal, o resto sim, aliás, Campo Grande está vivendo uma infestação de pombas em toda a cidade, não sei o que acontece, mas de outubro de 2013 prá cá o número de pombas aumentou drasticamente, inclusive há algumas regiões em que estão aparecendo pombas mortas diariamente, sem sinal de tiro ou qualquer outra violencia, as pombas simplesmente amanhecem mortas, no quintal de casa já apareceram duas.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 26/02/2014 10:23:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions