ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Além de bombeiros, PMs de moto também usarão jaquetas com airbag

Sejusp abriu licitação para comprar mais 150 unidades do traje especial

Por Anahi Zurutuza | 08/05/2017 17:32
Efetivo do Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos) em 2012, quando o grupamento foi criado (Foto: Governo do Estado/Divulgação)
Efetivo do Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos) em 2012, quando o grupamento foi criado (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

Além dos chamados motossocorristas do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, policiais militares que fazem o patrulhamento em motocicletas em Campo Grande e no interior também trabalharão vestindo jaquetas airbag.

Depois da aquisição da tecnologia para 30 profissionais dos bombeiros em fevereiro, a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) vai comprar mais 150 unidades do equipamento para os PMs, conforme a assessoria de imprensa da pasta.

Os trajes especiais funcionam por meio de cilindro de ar comprimido (CO2) e inflam em caso de impacto durante colisões, amenizando a queda do motociclista no solo.

As jaquetas possuem um cabo espiral que é conectado ao veículo. Quando ocorre uma tração, em casos de acidentes, o gatilho do sistema de airbag é acionado. O tempo para que as bolsas de ar inflem fica abaixo de 200 milésimos de segundo, segundo os fabricantes.

Investimento – Em fevereiro, o governo do Estado comprou 30 jaquetas com o sistema por R$ 4.868 cada, e 30 calças, que custaram R$ 1.928 a unidade.

Foram investidos R$ 203,8 mil no total. Os equipamentos foram comprados da empresa Elto Industrial Confecção Ltda, a Inflajack, do município de Cotia (SP), com recursos do programa MS Mais Seguro.

Desta vez a compra será por meio de pregão eletrônico que será realizado no dia 18 de maio, à 8h. Se as jaquetas forem vendidas por valor próximo ao cobrado pela Inflajack, o segundo investimento passará de R$ 700 mil.

Bombeiros durante atendimento usando os trajes especiais (Foto: Marcos Ermínio)
Bombeiros durante atendimento usando os trajes especiais (Foto: Marcos Ermínio)
Motossocorristas na avenida Bandeirantes neste domingo (Foto: Marcos Ermínio)
Motossocorristas na avenida Bandeirantes neste domingo (Foto: Marcos Ermínio)

Protegidos – Os militares do MOB (Motos Operacionais de Bombeiros) de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas já começaram a usar a proteção extra.

Neste domingo (7), a reportagem flagrou motossocorristas durante atendimento a um acidente na avenida Bandeirantes e eles usavam as roupas equipadas com a tecnologia inédita para as forças de segurança de Mato Grosso do Sul.

Os testes com o equipamento foram feitos pelos bombeiros em 2015.

O chefe da assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, coronel Robson Moreira, ressaltou em entrevista do Campo Grande News no dia 21 de fevereiro o quão importante é garantir a segurança dos motossocorristas.

“Foi escolhido o sistema de proteção tipo air bag porque ele preserva as partes vitais do usuário, como a cervical, o tórax, coluna, lateral e cóccix ”, detalhou.

O Comando da PM preferiu não dar mais detalhes sobre a compra.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário