A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

30/04/2018 09:26

Amarrado com as próprias gravatas, pastor acredita que ladrões são adolescentes

A dupla chegou na igreja evangélica, no bairro Monte Castelo, pedindo orações ao pastor, que foi amarrado e colocado em um banheiro da igreja

Bruna Kaspary
Assaltantes amarraram braços e pernas do pastor (Foto: Schramm)Assaltantes amarraram braços e pernas do pastor (Foto: Schramm)

Assaltado na noite de domingo (29) o pastor de uma igreja evangélica no bairro Monte Castelo acredita que os dois assaltantes, que o amarraram e o amordaçaram com as próprias gravatas, eram adolescentes. Segundo ele, a dupla fugiu a pé com mais de dois mil reais.

Foram menos de trinta minutos, mas tempo suficiente para aterrorizar o pastor de 26 anos que terá a identidade preservada por segurança. Ele relembra com detalhes como foi a ação dos assaltantes que invadiram a igreja dele na noite de domingo.

"Um deles bateu na porta e me pediu uma oração, quando cheguei perto colocou a faca no meu pescoço e já colocaram algo na minha cabeça para eu não ver nada", lembra. Ele ainda diz que o tempo todo foi ameaçado.

Segundo o pastor, ele estaria sozinho, já que a igreja tinha acabado de fechar e a dupla procurava sempre por dinheiro. "Eles levaram todo o dinheiro do dízimo, que tinha sido recolhido nesse final de semana", explica.

Com os pulsos marcados, o pastor lembra também que, além do capuz, os assaltantes pegaram as suas gravatas para amordaçarem ele e amarrarem seus pés e mãos. A dupla o colocou de joelhos dentro de um banheiro da igreja.

"Eu não sei como consegui me soltar, não sei o que aconteceu depois, mas além do dinheiro, eles levaram também um videogame com todos os jogos", recorda. Um conhecido do pastor, que é Policial Civil, informou que viu dois rapazes com as mesmas características descritas próximo ao bairro, mas a dupla não foi mais encontrada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions