A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

27/02/2014 15:55

Antes do Carnaval, Crea fiscaliza segurança em 11 clubes da Capital

Mariana Lopes e Filipe Prado
Fiscalização na tarde de hoje foi no clube Estoril (Foto: Marcos Ermínio)Fiscalização na tarde de hoje foi no clube Estoril (Foto: Marcos Ermínio)

Desde janeiro deste ano, o Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de MS) realiza vistorias em clubes de Campo Grande. No total, 11 lugares foram visitados pelo órgão, dos quais dois clubes promoverão eventos durante o período de Carnaval.

Na tarde de hoje (27), o presidente do Crea, Jari Castro, junto com uma equipe de fiscais e a gerente de fiscalização do órgão, Delma Ramos, visitou o clube Estoril, na Capital, para verificar se as ART’s (Anotação de Responsabilidade Técnica) dos equipamentos estão corretos.

De acordo com o presidente do Crea, toda a documentação do Estoril, no que compete ao Conselho fiscalizar, está regular. Porém, Jarí Castro destacou que no banheiro do clube não há acessibilidade para deficientes.

Mas, neste caso, a responsabilidade em vistoriar este quesito e, se necessário, interditar, é da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

Após fiscalização, o Crea emite um documento relatando os itens que estão corretos e os que, porventura, estão pendentes. Após a vistoria do Conselho Regional de Arquitetura e Agronomia, o Corpo de Bombeiros também realiza visita prática aos locais para liberar os alvarás de funcionamento.

Amanhã (28), o Crea fiscaliza a documentação da estrutura da festa de carnaval de rua, montada na avenida Fernando Correa, e a do desfile das escolas de samba da Capital, que será feito na Praça do Papa. A mesma fiscalização está sendo feita nas cidades do interior do Estado, onde terão festas de Carnaval, como Paranaíba, Dourados e Corumbá.

Multa – Os clubes que não apresentarem a ART será multado em R$ 168, mas recebe um prazo para regularizar a documentação até o dia do evento. Caso o prazo não seja cumprido, a multa sobe para R$ 778.

Porém, o Crea não tem o poder de interditar o evento, conforme explica o presidente do órgão. Contudo, pode denunciar a irregularidade ao Ministério Público Estadual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions