A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/05/2014 09:15

Apesar da prorrogação de campanha, população lota postos de vacinação

Aliny Mary Dias
Na unidade do bairro Tiradentes, espera é de 1 hora por vacina (Foto: Marcos Ermínio)Na unidade do bairro Tiradentes, espera é de 1 hora por vacina (Foto: Marcos Ermínio)

A decisão do Ministério da Saúde em prorrogar a campanha da vacinação contra a Gripe A não diminuiu a procura de usuários em busca da imunização. Nos postos da Capital, o movimento aumentou na última semana e nesta sexta-feira (9), que seria o último dia da campanha, as unidades estão lotadas.

Segundo a Sesau (Secretária Municipal de Saúde Pública), já foram vacinados 86,1 mil campo-grandenses que compõem o público-alvo: crianças, idosos, gestantes, indígenas e funcionários do sistema prisional. Em Campo Grande, a campanha segue até o dia 16 de maio e os outros municípios do Estado irão seguir a orientação do Ministério da Saúde e a campanha só vai terminar quando a imunização atingir 80% da meta.

Muitos que procuraram as UBS (Unidade Básica de Saúde) nesta manhã, foram pegos de surpresa porque acreditavam que o fim da campanha seria hoje. No posto do bairro Coronel Antonino, a procura é grande desde as primeiras horas do dia.

Segundo o gerente da unidade, Alex Sandro de Moraes, a média de imunização no posto é de 300 doses por dia durante a campanha, mas só ontem (8), 420 pessoas foram vacinadas.

A aposentada Luzinete Mise, 55 anos, buscou a UBS logo no início do dia e ficou cerca de 30 minutos na fila para garantir a vacina. Segundo ela, muitos deixaram para a última hora em razão da famosa “correria”.

Tatila levou filho de 9 meses para tomar vacina (Foto: Marcos Ermínio)Tatila levou filho de 9 meses para tomar vacina (Foto: Marcos Ermínio)
Campanha só vai terminar quando meta de 80% for atingida (Foto: Marcos Ermínio)Campanha só vai terminar quando meta de 80% for atingida (Foto: Marcos Ermínio)

“Mesmo aposentada, eu trabalho e só tive tempo hoje para vir ao posto. É muito importante tomar a vacina e ficar livre da gripe”, diz.

Outra unidade bastante cheia nesta manhã é a do bairro Tiradentes. No local, uma longa fila se formou nos últimos dias e hoje a espera ultrapassa 1 hora. O aposentado Dalton Mascarenhas, 61 anos, conta que foi três vezes ao posto em busca da vacina, mas desistiu pela quantidade de pessoas.

“Hoje não teve jeito, tive que ficar na fila porque achei que fosse o último dia. Todos os anos eu tomo e nunca mais peguei gripe”, completa.

Outra que buscou a unidade de saúde para imunizar o filho foi Tatila de Fátima, 33 anos. Com o filho de 9 meses nos braços, ela reforça a necessidade de vacinar as crianças. “Esse ano ele já pegou uma gripe e eu fiquei bastante preocupada, vim aqui para ficar livre da doença”, explica.

Mortes - A primeira morte causada pela doença em MAto Grosso do Sul foi de uma mulher no dia 30 de janeiro em Corumbá. Nove dias depois, a mãe dela, de 61 anos, também morreu em decorrência da doença, no dia 8 de fevereiro. A terceira morte ocorreu no dia 24 de fevereiro, a vítima também era uma mulher e vivia em Corumbá.

Sesau afirma que vacinação contra gripe imunizou 23% do público alvo
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) afirmou que 42.334 pessoas foram vacinadas contra a gripe, desde o início da pré-campanha (22) até o ...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions