ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 35º

Capital

Apesar da volta às aulas, demanda de estudantes nos ônibus segue baixa

Diretor do Consórcio Guaicurus frisa que são realizadas apenas 2,1 mil viagens/dia de estudantes

Por Nyelder Rodrigues | 18/08/2021 20:51
Estudantes aguardando ônibus no terminal em frente a escola Hércules Maymone. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Estudantes aguardando ônibus no terminal em frente a escola Hércules Maymone. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

A volta às aulas presenciais em Campo Grande, neste mês, movimentou novamente as escolas da cidade, tanto na rede estadual, como municipal. Contudo, apesar da presença obrigatória nas escolas estaduais, o fluxo de estudantes no transporte coletivo da cidade segue bastante abaixo na normalidade.

Conforme o gestor do Consórcio Guaicurus, João Rezende, o fluxo atual de alunos é de apenas 10% do que era registrado no ano de 2019, período anterior à pandemia de covid-19. A situação não era a esperada pela empresa.

"Vivemos um momento diferente, nunca vivido antes, então, não temos essa experiência diante desse cenário. Tivemos o incremento de alguns passageiros com o retorno das aulas presenciais, mas foi muito menor do que se esperava", explica.

Rezende aponta que a Reme (Rede Municipal de Ensino) foi responsável por apenas 495 viagens a mais diariamente no transporte coletivo campo-grandense. Já com o retorno das aulas nas escolas estaduais, o número cresceu para 2,1 mil viagens por dia - números distantes do total de estudantes na cidade.

Transporte em geral - Sobre algumas situações relatadas de ônibus que não estariam parando nos pontos por estarem com a lotação preenchida, ele afirmou que providências serão tomadas junto à Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) para calibrar a oferta quanto à demanda.

"Se algum cliente deixou de ser transportado, nós perdemos dinheiro. Nosso negócio é o de transporte, de levar pessoas para os lugares, então, não faz sentido deixar de transportar. Nossa obrigação, agora, então, é tomar providência, caso algo falhe. Nossa sobrevivência está em transportar e não deixar de transportar".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário