ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Após 10 dias internada, morre segunda vítima de incêndio no Centro

Por Viviane Oliveira | 30/01/2017 10:46
No dia do incêndio, bombeiros atenderam a ocorrência. A casa foi destruída pelo fogo (Foto: Alcides Neto)
No dia do incêndio, bombeiros atenderam a ocorrência. A casa foi destruída pelo fogo (Foto: Alcides Neto)

Morreu na Santa Casa por volta de 1h desta segunda-feira (30) Ismaelita Gomes Baptista, 72 anos, em decorrência de queimaduras sofrida durante incêndio em casa no dia 20 deste mês, na Rua 15 de Novembro, no Centro de Campo Grande.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, Ismaelita teve 60% do corpo queimado. Todo esse tempo em que ficou internada, a idosa recebeu atendimento no CTI (Centro de Terapia Intensiva).

A filha dela, Jéssica Gomes Batista, 34 anos, que teve 98% do corpo queimado, morreu por volta de 20h20 do mesmo dia em que aconteceu o acidente. O corpo da idosa foi encaminhado para o Imol (Instituto Médico Odontológico Legal). 

Tragédia - Mãe e filha sofreram queimaduras de terceiro grau, após a casa em que moravam, entre a Rui Barbosa e Pedro Celestino, incendiar. Elas estavam dentro da residência quando as chamas começaram. 

Foram vizinhos do local que arrombaram o imóvel, que estava trancado, depois de ver a fumaça saindo pela janela. Aos militares, os moradores informaram que as duas viviam sob atenção de uma cuidadora, que não estava no local na hora do incêndio. Jéssica sofria de problemas mentais, enquanto a idosa tem mal de Parkinson, segundo testemunhas.

A cuidadora das mulheres, Valmerina Pereira da Rocha, chegou à residência enquanto os bombeiros faziam o rescaldo do incêndio. Visivelmente abalada, não soube explicar o que teria acontecido, mas informou apenas que havia saído por meia hora. Ela relatou que Jéssica tinha um quadro grave de depressão. 

A 1ª Delegacia de Polícia Civil investiga o caso. Até agora não foi informada a causa do incêndio. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário