ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Após ameaçar motorista de aplicativo, homem é preso com 50 munições de .40

Indagado, o suspeito disse que guardava as munições para uma suposta mulher identificada apenas como Luci

Por Viviane Oliveira | 26/03/2021 09:56
Munições foram apreendidas por policiais da 10ª companhia (Foto: divulgação  / PM) 
Munições foram apreendidas por policiais da 10ª companhia (Foto: divulgação  / PM)

Depois de ameaçar atirar em motorista de aplicativo, homem de 36 anos foi preso em flagrante com 50 munições de pistola .40, arma utilizada pelas forças de segurança. O caso aconteceu nesta quinta-feira (25), na Rua Paratudo, no Loteamento Rancho Alegre, em Campo Grande.

Conforme o auto de prisão, o motorista de aplicativo, de 45 anos, contou que foi chamado para buscar um passageiro e ao chegar no endereço encontrou um casal discutindo. Assustada, a mulher entrou rapidamente no carro.

Descontrolado, o suspeito falou alguma coisa para o motorista de aplicativo, na sequência apontou uma arma para ele e passou a bater no para-brisa do veículo. O condutor, então, saiu do local levando a mulher e só depois de deixá-la em seu destino, no Bairro Aero Rancho, acionou a polícia. A corrida havia sido solicitada pelo celular do autor.

A equipe policial foi até a casa do suspeito e durante buscas foi encontrada uma caixa contendo 50 munições de pistola . 40. Indagado, ele disse que guardava as munições para uma mulher identificada apenas como Luci, moradora no Jardim Tarumã, e negou que tivesse ameaçado o motorista com arma de fogo.

Não foi encontrada arma na residência. A mulher que discutia com o suspeito afirmou ao motorista não ter nenhum relacionamento com o homem. Ele foi preso em flagrante por porte de arma de uso permitido e vai passar por audiência de custódia na Justiça na manhã desta sexta-feira (26).

À polícia, o suspeito disse que conheceu a mulher na casa de uma tia. Ontem, segundo ele, ela foi em sua casa e no momento em que ficavam juntos, ela decidiu ir embora e na sequência os dois passaram a discutir. O caso segue sob investigação da Delegacia de Polícia Civil da área.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário