A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

22/02/2019 13:40

Após assalto à menina, moradores pedem rondas no Santo Antônio

Menina de 13 anos foi perseguida e agarrada pela blusa durante um roubo no final da tarde de quarta-feira (20)

Kerolyn Araújo e Ronie Cruz
Imagens mostram momento em que adolescente é abordada por bandidos. (Foto: Reprodução/Vídeo)Imagens mostram momento em que adolescente é abordada por bandidos. (Foto: Reprodução/Vídeo)

Dois dias após um roubo à uma adolescente no bairro Santo Antônio, em Campo Grande, o clima na região é de medo entre os moradores. Na última quarta-feira (20), câmeras de monitoramento flagraram o momento em que uma garota de 13 anos foi abordada por dois bandidos e teve o celular roubado na Rua Humaitá.

Ao Campo Grande News, a mãe da adolescente relatou que na última quarta-feira (20), por volta das 18h30, estava voltando para casa acompanhada das duas filhas, de 10 e 13 anos, quando dois bandidos renderam a menina mais velha.

A câmera de segurança de uma residência flagrou o momento em que a mãe anda com a filha mais nova e a mais velha segue um pouco atrás com o celular na mão. Dois bandidos em uma motocicleta chegam, sobem na calçada e tentam pegar o celular da menina.

Assustada, a adolescente tenta correr, mas é perseguida e agarrada pela blusa por um dos bandidos, que arranca o celular da mão da vítima. Em seguida, a dupla fugiu.

''Eu me senti impotente. Foi tudo muito rápido, em questão de segundos. Só abracei minha filha na intenção de confortá-la, porque não tinha o que fazer. Só abraçar e chorar", lamentou a mãe.

A mãe acredita que a dupla não estava armada e que esperava a primeira vítima passar para cometer o crime. ''Eles estavam esperando qualquer um passar para assaltar. Não tenho esperança de recuperar o celular, mas registrei o boletim de ocorrência para que a polícia consiga localizar os bandidos e que outras pessoas não sejam vítimas deles", disse.

Insegurança - A dona de casa Sônia Regina Pereira contou que há meses atrás quase fez parte da estatística de assalto da região. ''Estava chegando em casa e dois assaltantes estavam esperando escondidos em uma matagal. Meu filho viu, gritou e eles acabaram fugindo", contou.

Segundo a moradora, os constantes casos de assaltos no bairro são reflexo da falta de policiamento. ''Aqui já foi um bairro tranquilo, mas agora está terrível. Não temos segurança nenhuma. É muito raro ver a polícia fazendo rondas", ressaltou.

Tânia Mara, diretora da Escola Estadual Rui Barbosa, contou que vários alunos já foram alvos de roubos.''No ano passado foram inúmeros casos de alunos que sofreram assaltos. Teve aluno assaltado duas vezes"

Outros moradores do Santo Antônio, que preferiram não se identificar, também relaram à reportagem o sentimento de insegurança.''Precisamos de rondas policiais. Os assaltos tem sido frequentes na região", disse um morador. 

O Campo Grande News entrou em contato com a Polícia Militar para saber como funciona o policiamento na região e aguarda retorno. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions