ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Após "fugir" de UPA, condutor de Clio que bateu em poste foi parar em hospital

As duas jovens ocupantes do carro continuam internadas na Santa Casa de Campo Grande

Por Anahi Zurutuza | 03/05/2021 17:45
Acidente na Avenida Ernesto Geisel deixou três vítimas, duas em estado grave (Foto: Direto das Ruas)
Acidente na Avenida Ernesto Geisel deixou três vítimas, duas em estado grave (Foto: Direto das Ruas)

Depois de ficar preso às ferragens de Renault Clio e ser levado a uma das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) de Campo Grande com sangramento na cabeça, o condutor de veículo envolvido em acidente na Avenida Ernesto Geisel deixou o posto de saúde sem que tivesse alta médica. Ainda na manhã deste domingo (2), horas após a colisão contra um portão e um poste, o motorista procurou a Santa Casa.

Ele reclamava de dor abdominal intensa e no ombro direito. Ficou em observação na área verde do pronto-socorro do hospital e após avaliação das equipes de neurocirurgia, ortopedia e cirurgia geral, foi liberado por volta das 17h34 de ontem.

As duas mulheres que estavam no carro continuam internadas. Jovem de 23 anos deu entrada às 23h06 do sábado (1º), sedada, intubada e com graves corte no nariz, queixo, além de várias escoriações pelo corpo. Ao longo do domingo, passou por exames analisados pelas equipes de neurocirurgia e ortopedia e na manhã dessa segunda-feira (3), já estava respirando sem a ajuda de aparelhos, mas permanecia em observação na área vermelha.

Já a jovem de 20 anos que chegou às 22h57 do sábado com diversos ferimentos, sofreu fratura na base do crânio, por isso segue internada em enfermaria, consciente e estável.

O acidente - O motorista perdeu o controle do carro e bateu no portão de uma borracharia e depois em poste de energia, no trecho da Avenida Ernesto Geisel entre as ruas Dom Aquino e Barão do Rio Branco. Com o impacto, o carro virou, ficando com as rodas voltadas para o poste e a porta do passageiro para cima. As causas ainda são investigadas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário