A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/08/2015 11:41

Após incêndio, Olarte pede vistoria em UTR para melhorar segurança no local

Flávia Lima
Representantes da prefeitura estiveram na manhã desta segunda-feira na UTR para averiguar danos. (Foto:Divulgação)Representantes da prefeitura estiveram na manhã desta segunda-feira na UTR para averiguar danos. (Foto:Divulgação)

Após o incêndio ocorrido na noite de sábado (8) na Usina de Triagem de Resíduos, no bairro Dom Antônio Barbosa, o prefeito Gilmar Olarte (PP), solicitou ao diretor-presidente da Funsat (Fundação Social do Trabalho), Cícero Ávila, e ao diretor-presidente da Planurb, Marcos Cristaldo, para que fossem até o local averiguar os danos e fazer as primeiras avaliações.

Cícero Ávila solicitou ao presidente da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis nos Aterros Sanitários, Daniel Obelar, que fosse até a delegacia registrar Boletim de Ocorrência para que a polícia comece a investigar o caso o mais rápido possível.

Segundo informações dos próprios trabalhadores do local, a UTR sofreu tentativa de invasão por duas vezes nessa semana e os prejuízos causados peloincêndio de sábado foram estimados em R$ 50 mil. “Estamos entristecidos com o fato. O incêndio de sábado pode ter sido criminoso ou acidental, precisamos aguardar o laudo técnico, uma vez que, de acordo com os próprios trabalhadores, tentaram entrar aqui por duas vezes essa semana”, comentou Ávila.

O diretor-presidente da Funsat informou ainda que, a pedido do prefeito, irá solicitar o apoio do secretário de Segurança Pública para apurar o caso.

De acordo com o diretor-presidente do Planurb, Marcos Cristaldo, ainda essa semana, as equipes da Funsat, Planurb e demais secretarias vão se reunir com o prefeito e trabalhadores das cooperativas que atuam no local para que em comum acordo, encontrem uma solução para minimizar o problema, uma vez que, segundo a cooperativa, o material que estava estocado era acumulado desde o início do ano.

Os resíduos são guardados como uma reserva técnica para as despesas de final de ano, como o pagamento do décimo terceiro salário das famílias.

“Estamos fazendo todo um processo de transição do lixão para a UTR, de uma maneira muito democrática, discutida amplamente com os trabalhadores aqui do lixão e das cooperativas, vamos manter esse mesmo ritmo no sentido de não deixá-los a mercê da sorte”, ressalta Ávila.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions