A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/08/2016 23:39

Após morte de cacique, moradores da Marçal de Souza organizam eleição

Nyelder Rodrigues
Candidatos à cacique e vice-caciques reunidos nesta segunda após definirem data de eleição (Foto: Divulgação)Candidatos à cacique e vice-caciques reunidos nesta segunda após definirem data de eleição (Foto: Divulgação)

Com a morte da cacique Enir Terena, os indígenas que moram na aldeia urbana Marçal de Souza se organizam para realizar no próximo domingo (7) a eleição que vai eleger o novo cacique que vai dirigir o local nos próximos quatro anos. A realização do pleito foi definido após duas assembleias gerais.

Nesta segunda-feira (1), moradores e o conselho local de segurança se reuniram para definir detalhes da disputa, que contará com três chapas. Cada uma conta com 12 membros - um cacique e 11 diretores que darão apoio à administração.

Moradores afirmam que o local passa por dificuldades atualmente, com pessoas morando em situação precária, além do Memorial da Cultura Indígena estar em condições precárias. Com isso, foi aprontado em caráter emergencial a nova eleição.

Entre as opções de voto, está a Chapa 1 Renascer, que é encabeçada pelo ancião mais idoso da comunidade, Calixto Francelino, de 85 anos. O vice dele é Moisés Teixeira. Já na Chapa 2 Nova Geração, o cacique é Seu Francisquinho, que tem como vice Joilson Antônio. Já na Chapa 3 Renovação, estão Edimarcio Barrio e o vice Daniel Terena, filho de Enir.

Todos os componentes das chapas são do povo Terena. "A importância da regularização da associação de moradores é para o uso do CNPJ que dê condições e possibilidades da comunidade participar de projetos e reivindicar benfeitorias para nossa aldeia", comenta Daniel Terena.

Quando Enir partiu, aldeia urbana perdeu também a esperança
A morte de Enir Terena deixou muito mais que saudades aos indígenas que moram na aldeia Marçal de Souza, em Campo Grande. Enir era uma das principais...
Mãe de sete, fundadora de aldeia e primeira cacique do MS, Enir queria mais
Se foi na tarde desta terça-feira (21), uma das maiores lideranças indígenas de Mato Grosso do Sul. Enir Bezerra da Silva, 61 anos, era mulher guerre...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions