A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/12/2012 19:35

Após negociações com a PM, protesto no Aero Rancho termina

Nyelder Rodrigues e Helton Verão
Bombeiros apando o fogo que os moradores colocaram para bloquear a rua. (Foto: Rodrigo Pazinato)Bombeiros apando o fogo que os moradores colocaram para bloquear a rua. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Polícia negocia com os moradores. (Foto: Rodrigo Pazinato)Polícia negocia com os moradores. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O protesto que bloqueou a avenida Thirson de Almeida, esquina com a Graciliano Ramos, no bairro Aero Rancho, já foi encerrado e o trânsito no trecho normalizado.

A mobilização começou por volta das 16h30 e no fim da tarde os moradores haviam ateado fogo em colchões, galhos, pedaços de madeira impedindo a passagem pela via. Eles pedem que seja colocado um semáforo no local.

O grupo de moradores bloqueou a rua Thirson de Almeida, prolongamento da avenida Ernesto Geisel, onde o menino Wesley Menezes da Silva, de 10 anos, morreu atropelado na última quarta-feira (12).

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para apagar o fogo. Ainda assim, os moradores continuaram ocupando a rua. O Tático da Polícia Militar usou uma bomba de efeito moral para dispersar os manifestantes, gerando correria entre os moradores.

Houve muita discussão entre moradores e policiais, e depois entre os próprios moradores, já que alguns queriam continuar com o protesto, e outros queria terminar o bloqueio, pois acreditavam que o principal objetivo tinha sido cumprido, que era chamar a atenção para o problema no local.

Homens do Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) e Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) foram ao local.

Os manifestantes formaram um cordão de isolamento com crianças para impedir a ação policial. O protesto só terminou por volta das 18h30, após negociação intermediada pela PM.

Os moradores devem se reunir com representantes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) para discutir com moradores alguma alternativa para o cruzamento, que é palco de frequentes acidentes de trânsito.



Esse pessoal não le toda as outras materias. Ele estava atravessando com a mae dele..Nessa avenida todo mundo corre..Então pensa e le antes de comentar
 
marcus vinicius em 15/12/2012 11:40:32
o que me intriga e o que uma criança de dez anos esta atravessando essa avenida só, sem um adulto por perto . quem é a pessoa responsável pela criança?
 
inacio chaves em 14/12/2012 21:41:01
Esse protesto e valido! nesta avenida a uma verdadeira pista de corrida , carros e motos disputa espaços!
 
inacio chaves em 14/12/2012 21:32:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions