ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Após suturas, garota de programa esfaqueada por pastor recebe alta

Após apresentar melhora clínica, a paciente foi liberada às 9h13 da manhã de ontem

Por Viviane Oliveira | 13/10/2021 12:13
Movimentação de policais militares em frente ao motel. (Foto: Direto das Ruas) 
Movimentação de policais militares em frente ao motel. (Foto: Direto das Ruas) 

Mulher de 30 anos que foi socorrida na noite de segunda-feira (11), após ser esfaqueada em por suposto pastor, do estado de Goiás, em um motel no Jardim Tijuca, em Campo Grande, passou por baterias de exames, sutura no ferimento e já recebeu alta.

Conforme assessoria de imprensa da Santa Casa, a mulher deu entrada às 22h40, com ferimento provocado por faca na região do pescoço e quadril. Ela foi medicada, submetida a sutura em região do ferimento, fez exames laboratoriais e de imagens pelas equipes médicas. Após apresentar melhora clínica, a paciente foi liberada na manhã de ontem.

O caso - Segundo boletim de ocorrência, registrado na Deam(Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), a vítima foi contratada pelo autor e por volta de meio-dia de segunda-feira (11), os dois chegaram ao motel.

No final da tarde, o homem foi até a recepção para encerrar a conta sozinho. Ele foi informado de que antes de fechar a conta, um funcionário precisaria ir até o quarto ver a situação da acompanhante. A vítima foi encontrada no corredor sangrando e gritando por socorro, momento em que o agressor fugiu.

Os funcionários do motel se esconderam com a mulher na recepção, trancaram portas, janelas e acionaram o Corpo de Bombeiros e a PM (Polícia Militar). No local, os militares prestaram socorro à vítima e fizeram buscas pelo autor, que não foi encontrado. O caso segue sob investigação da Deam.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário