A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/04/2015 09:52

Aquário do Pantanal entra na fase final e só falta concluir três tanques

Michel Faustino
Operários trabalham na conclusão de três aquários de obra emblemática. (Foto: Marcos Ermínio)Operários trabalham na conclusão de três aquários de obra emblemática. (Foto: Marcos Ermínio)

A obra do Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna, o Aquário do Pantanal, anexo ao Parque das Nações Indígenas, nos Altos da Avenida Afonso Pena, está perto de ser concluída. Conforme o engenheiro Luiz Mário Mendes Leite Penteado, dos 32 tanques, 29 já foram concluídos, faltando apenas três.

Segundo o engenheiro, a conclusão dos últimos três aquários será importante para dar seguimento as demais etapas da obra, que compreendem a implantação do sistema de filtragem dos tanques, que será realizado pela empresa Fluidra Brasil Indústria e Comércio Ltda, responsável pelo sistema de suporte à vida, a instalação do sistema central de ar condicionado e o acabamento final da estrutura.

De acordo com Luiz Mário um cronograma de execução está sendo elaborado pelas três empresas que hoje trabalham na obra do Aquário e deverá ser entregue na semana que vem ao Governo Estado. Segundo ele, no cronograma deve constar o prazo que cada empresa terá para realizar os trabalhos, afim de acelerar a obra.

O engenheiro ressalta que a implantação dos tanques é dita como uma das etapas mais complexas, bem como o trabalho de implantação do Sistema de Suporte à Vida, e pós a execução desses serviços a obra estará “praticamente pronta”. Segundo ele, em partes estruturais, é possível estimar que a obra já esteja 92% pronta.

Com custo inicial previsto de R$ 87 milhões, o Aquário do Pantanal, iniciado em 2012, já consumiu R$ 173 milhões dos cofres públicos, de acordo com a Comissão Temporária de Auditoria instalada pelo governo para verificar o andamento da obra.

Estrutura - O Aquário terá 32 tanques, com aproximadamente 6,2 milhões de litros de água, e habitado por 12.500 animais subdivididos em cerca de 260 espécies (peixes, invertebrados, répteis e mamíferos).

Além das belezas naturais, o espaço vai abrigar uma base de estudos da biodiversidade sul-mato-grossense para difundir mundo afora as riquezas naturais do Estado e oferecerá ao visitante uma diversificada praça de alimentação, salas de exposições, biblioteca, laboratório e auditórios.

Atrações - Uma das atrações do Aquário do Pantanal será a simulação de uma vista aérea pelos solos pantaneiros e um mergulho no Rio Paraguai. O espetáculo será apreciado de dentro de uma bionave, com formato de semente.

Além disso, um túnel de aproximadamente 70 metros de extensão servirá de passarela para o visitante andar no meio dos aquários, que, além do Rio Paraguai, vão retratar a natureza dos Rios Miranda e Piquiri, com 12,5 mil peixes de 135 espécies.

No museu interativo, telões 3D vão retratar, por exemplo, a evolução do mundo e vão destacar imagens de cerca de sete mil animais, subdivididos em mais de 200 espécies, entre peixes, invertebrados, répteis e mamíferos.

Além das belezas naturais, o Aquário vai abrigar uma base de estudos da biodiversidade sul-mato-grossense para difundir mundo afora as riquezas naturais do Estado. O plano é investir em pesquisas, com a expectativa de abrir portas e gerar negócios e renda com novas descobertas científicas.

O espaço também oferecerá ao visitante uma diversificada praça de alimentação, salas de exposições, biblioteca, laboratório e auditório.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions