ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Arma usada em morte de meninos é entregue à polícia pelo próprio comprador

Denúncia anônima levou policiais do Batalhão de Choque até a Rua Camocim, onde objeto foi abandonado

Por Bruna Marques e Antonio Bispo | 10/05/2024 09:47
Arma que supostamente foi usada no crime (Foto: Divulgação/PM)
Arma que supostamente foi usada no crime (Foto: Divulgação/PM)

A arma que supostamente foi usada por João Vitor de Souza Mendes, suspeito de atirar e matar dois adolescentes de 13 anos, no Jardim das Hortênsias, foi encontrada por policiais do Batalhão de Choque, na noite desta quinta-feira (9), após comprador fazer denúncia anônima.

De acordo com o boletim de ocorrência, a arma 9 milímetros da marca Taurus foi localizada na Rua Camocim, na Vila Cidade Morena, por volta das 23h30. Os policiais chegaram até o local após um homem ligar anonimamente e indicar a localização do objeto.

O denunciante que não quis se identificar para os policias contou que comprou a arma com um rapaz de nome Vitor, para uso pessoal. Ele foi orientado a ir até a delegacia entregar o objeto, mas se recusou e disse que abandonaria, porque não queria ser responsabilizado pela aquisição do revólver.

Nicolas aparece à esquerda, George (motorista) no meio, Rafael de branco e Kleverton à direita da imagem (Foto: Divulgação)
Nicolas aparece à esquerda, George (motorista) no meio, Rafael de branco e Kleverton à direita da imagem (Foto: Divulgação)

O rapaz deixou a arma no pé de uma placa de sinalização da via, embrulhada em um pano, dentro de uma sacola preta, entre uma loja e um quebra-molas, da Rua Camocim.

A equipe foi até o local e apreendeu a arma. Consta que o objeto foi furtado no dia 29 de dezembro de 2022. Ela foi entregue na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol e deve ser periciada para saber se os tiros que mataram os adolescentes saíram dela.

De acordo com o comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, tenente-coronel Rigoberto Rocha, a equipe tentou de várias maneiras convencer o comprador da arma se apresentar, mas ele não quis.

“Apesar de ele dizer ser de boa-fé, comprar revólver dessa forma é crime, ainda mais que a arma é produto de furto em 2022”, esclareceu completando que o denunciante não foi qualificado porque a polícia não tem a identificação dele.

Investigação - A Polícia Civil aponta João Vitor como responsável pelos disparos que atingiram e mataram os adolescentes por engano, na Rua Flor de Maio, na sexta-feira (3). O rapaz se apresentou na Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) na tarde de segunda-feira (6), um dia depois que os comparsas foram presos.

Rafael Mendes de Souza, 18 anos, conhecido como “Jacaré”, Nicollas Inácio Souza da Silva, 18, George Edilton Dantas Gomes, 40, e Kleverton Bibiano Apolinário da Silva, 22 anos, o “Pato Donald", tiveram prisão preventiva decretada no dia 7 deste mês. Eles foram indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio.

Rafael guardava a motocicleta usada no crime em casa. Nicollas pilotava a moto. George é o motorista de aplicativo que ajudou a dupla a fugir; e Kleverton, presidiário apontado como dono da arma e mandante do atentado.

Caixão com corpo de dolescente morto chegando no Cemitério Memorial Park para ser velado (Foto: Marcos Maluf)
Caixão com corpo de dolescente morto chegando no Cemitério Memorial Park para ser velado (Foto: Marcos Maluf)

O caso - De acordo com o boletim de ocorrência, a perícia encontrou 14 capsulas de munição 9 milímetros onde os adolescentes foram assassinados. A Polícia Militar foi acionada por volta das 22h30, para atender a ocorrência de homicídio por disparo de arma de fogo.

Testemunhas disseram para os policiais que os jovens haviam sido alvejados por engano, após dois homens em uma moto preta passarem atirando contra um rapaz que estava vendendo droga na esquina da casa onde as vítimas estavam sentadas. Ainda conforme testemunhas disseram para os policiais, o alvo dos bandidos correu em direção aos adolescentes para tentar fugir.

Os disparos foram efetuados pelo garupa da moto. A menina foi atingida no rosto, pescoço e braço. Já o garoto foi morto com tiro no tórax. Um dos tiros acertou o portão de uma casa que está desocupada. As vítimas foram socorridas por equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Corpo de Bombeiros, mas não resistiram aos ferimentos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias