A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

07/10/2017 17:58

Árvore cai e deixa família isolada em casa por quase cinco horas

Corpo de Bombeiros e Energisa foram acionados para fazer o corte dos galhos

Geisy Garnes e Marcos Ermínio
Os galhos da árvores atingiram a rede de energia e a casa de José Antônio (Foto: Marcos Ermínio)Os galhos da árvores atingiram a rede de energia e a casa de José Antônio (Foto: Marcos Ermínio)

A queda de uma árvore trancou a entrada de uma residência do Bairro Rita Vieira e deixou moradores isolados na tarde deste sábado (7), em Campo Grande. Foram quase cinco horas esperando o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Energisa para a remoção dos galhos.

A casa fica em uma pequena rua, próxima a Avenida Três Barras. O enfermeiro José Antônio de Figueiredo Correia, de 36 anos, mora no local e contou para a equipe de reportagem que a árvore, de aproximadamente uns 15 metros, caiu por volta das 12 horas, durante a chuva a forte que ocorreu na Capital neste sábado.

A árvore fica em frente à casa, do outro lado da rua, mas ainda assim, seus galhos atingiram a rede de energia e parte do telhado de José Antônio. O enfermeiro estava no quintal quando ouviu o barulho e logo percebeu o que havia acontecido. Com a queda, os fios do poste de iluminação se romperam e a entrada da residência ficou interditada.

Para aumentar o susto, os dois carros da família, um Corsa e uma Zafira, e a moto de um amigo, estavam estacionados na frente do imóvel. “Tentei sair, mais fiquei procurado com os fios que haviam arrebentado. O pessoal avisou que os galhos caíram entre os dois carros, não atingiu eles”, contou José Antônio, que chegou a brincar com a sorte afirmando que jogaria na Mega-Sena.

 

Moradores acompanharam o trabalho das equipes (Foto: Marcos Ermínio)Moradores acompanharam o trabalho das equipes (Foto: Marcos Ermínio)

A primeira faixa de telhas, no entanto, ficou danificada, assim como o poste, que foi atingido pela árvore e teve a cruzeta quebrada. Militares do Corpo de Bombeiros foram acionados, isolaram a área e chamaram equipe da Energisa para desligar a energia no local. Enquanto isso, a família de José Antônio precisou ficar isolada em casa.

Foram quase cinco horas, até o trabalho das duas equipes começarem. “Eu já havia pedido a prefeitura para cortar essa árvore, ela já estava condenada”, lembrou o enfermeiro.

Em cerca de 20 minutos de chuva, vários estragos e quedas de árvores foram registrados na Capital. Ventos de 30 km por hora foram registrados por volta do meio-dia, conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions