A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/03/2012 12:30

Bando usava cartões clonados para comprar produtos que revendia

Viviane Oliveira e Mariana Lopes
Os três serão indiciados por estelionato, formação de quadrilha e receptação. (Foto: Marlon Ganssin)Os três serão indiciados por estelionato, formação de quadrilha e receptação. (Foto: Marlon Ganssin)

O trio especializado em clonar cartões de crédito em Campo Grande, preso na noite de ontem (29), já havia aplicado golpes no Carrefour e no supermercado Mister João. Os três foram apresentados na manhã de hoje na 2ª Delegacia de Polícia Civil. Ulisses Satoro Irano, Reginaldo Dantas Gerra e Luciano de Moura Costa, um deles, cadeirante, foram presos depois que vítimas denunciaram a ação deles à Polícia.

De acordo com o delegado, Weber Luciano de Medeiros, eles foram detidos na casa de Luciano na rua da Liberdade, na Vila Carvalho. Foram apreendidos na residência uma caixa com 330 cervejas de lata, uma impressora de clonagem de cartões, uma TV de 40 polegadas, celulares, iPad e dinheiro no valor de R$ 2.042,10.

Ulisses morador em São Paulo estava hospedado em um hotel de luxo. Ele clonava dados cadastrais de clientes bancários no Google e magnetizava cartões, a maioria deles empresarial. Segundo a Polícia, Ulisses pegava os dados, imprimia os cartões e fazia compras no comércio. Já Reginaldo tinha a função de arrumar os fretes para revender os produtos.

Luciano disse que trabalha como motorista na boate Cancun. Ele comprou a cerveja do Reginaldo porque estava mais barato. “Eu conheci Reginaldo há três dias na boate. Meu erro não foi duvidar da procedência da cerveja”, lamenta que Reginaldo tinha nota fiscal do Carrefour.

Eles estão presos em uma das celas da 2ª Delegacia de Polícia. Os três foram presos em flagrante e serão indiciados por estelionato, formação de quadrilha e receptação.

O caso - Segundo a Polícia, a ação do trio começou quando Ulisses se mudou para Campo Grande e se hospedou em um hotel de luxo. Com um notebook e uma impressora, ele confeccionou vários cartões de crédito em nomes de diferentes pessoas com contas no Citibank, Santander, Banco Frances e Brasileiro.

Com os cartões em mãos, Ulisses ia com Reginaldo em comércios de médio e grande porte da Capital para comprar cervejas, televisores e celulares. Em seguida, a dupla levava os produtos para o terceiro integrante, Luciano que distribuía pela Capital.

A Polícia chegou até eles depois de receber denúncia de um comerciante. Investigadores da 2ª DP e militares do 9° Batalhão monitoraram o veículo fretado pelo grupo para o transporte de produtos até conseguir prender a quadrilha.

Polícia prende quadrilha que clonava cartões e aplicava golpes no Monte Castelo
Os três integrantes vão ser apresentados logo mais, às 10h30, na 2ª Delegacia de Polícia Civil da CapitalAs polícias Militar e Civil prenderam uma qu...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


PARABÉNS A POLICIA DO 9ºBPM, isso sim e trabalho de equipe, civil e militar, se fosse assim a rotina das policias seria 100% para os mocinhos e 0% para os bandidos
 
amanda keity em 30/03/2012 12:58:33
Quando as forças de segurança se unem o resultado é sempre positivo. por que não ser assim sempre...parabéns a todos.
 
Heraldo F. de Souza em 30/03/2012 07:56:09
Parabens Cap Braga, o Sr está sempre a frente em todas as ocorrências de destaque ai no 9º BPM...
 
ALDO BENEVIDES em 30/03/2012 01:39:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions