A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/01/2014 12:04

Bêbados lotam delegacias 24h e contrastam com "paradeira" do 1° dia do ano

Graziela Rezende
Ruas vazias no 1° dia do ano. Foto: Marcos ErmínioRuas vazias no 1° dia do ano. Foto: Marcos Ermínio

Enquanto as ruas e avenidas de Campo Grande parecem pacatas, com pouco movimento de veículos e pessoas, as delegacias 24h estão com movimento intenso, desde o início da noite que antecede a virada do ano até a manhã desta quarta-feira (1). Segundo o delegado João Reis Belo, 50% dos atendimentos tiveram como agravante a bebida alcoólica e a droga.

“Posso dizer seguramente que, das dezenas de atendimentos que realizamos, metade tinham pessoas embriagadas e que cometeram dos mais diversos crimes, como roubo, furto, violência doméstica e até mesmo o homicídio”, afirma o delegado.

A mais grave seria a tragédia ocorrida em uma casa na Vila Planalto, no qual o filho matou o pai. A discussão teve início por volta das 4h de hoje, quando o filho “partiu pra cima” da esposa por ciúmes, na chegada de uma festa. O pai tentou acabar com a briga e foi ferido fatalmente.

Em outro lado da cidade, horas antes, dois adolescentes já conhecidos da Polícia cometiam assaltos a mão armada. A atitude foi considerada uma verdadeira “noite de terror”, já que eles são suspeitos de roubar três motos, agredir violentamente as vítimas e ainda atirar na direção da cabeça de duas pessoas, não atingidas por conta de uma falha mecânica.

Réveillon 2014 - Na avenida Fernando Correia da Costa, visivelmente embriagado e exaltado, Ricardo Sato, 31 anos, levou a pior ao desacatar policiais militares que faziam a segurança do local. Ele foi indiciado por embriaguez, cuja pena varia de seis meses a três anos de detenção.

Pátio sujo onde presos permaneceram durante a madrugada. Foto: Marcos ErmínioPátio sujo onde presos permaneceram durante a madrugada. Foto: Marcos Ermínio
Delegado ressalta que casos envolvem embriaguez. Foto: Marcos ErmínioDelegado ressalta que casos envolvem embriaguez. Foto: Marcos Ermínio


nao sabem bebe faça como eu procure o hospital nosso lar e pare de bebe.
 
edson ortega de oliveira em 01/01/2014 20:31:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions