A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

07/02/2014 09:45

Bernal cancela reunião marcada após 9 meses para discutir Santa Casa

Edivaldo Bitencourt e Aliny Mary Dias
Wilson Teslenco ficou revoltado com cancelamento de reunião nesta sexta-feira (Foto: Pedro Peralta)Wilson Teslenco ficou revoltado com cancelamento de reunião nesta sexta-feira (Foto: Pedro Peralta)

Após nove meses, o prefeito Alcides Bernal (PP) marcou uma reunião com a diretoria da Santa Casa de Campo Grande. No entanto, na manhã de hoje, o chefe do Executivo cancelou o encontro e os problemas do maior hospital do Estado, como endividamento e a retomada da obra do Hospital do Trauma.

A diretoria do hospital compareceu em peso ao encontro, considerado fundamental para solucionar o problema da instituição. Esta seria a primeira reunião desde o fim da intervenção, em maio do ano passado.

A Santa Casa é considerada fundamental para solucionar o problema no atendimento de emergência na saúde pública de Campo Grande. Pacientes em estado gravíssimo estão sendo internados em alas improvisadas em centros regionais de saúde e nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Segundo o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande, Wilson Teslenco, são R$ 14,7 milhões retidos pela prefeitura. O principal é a retomada da obra do Hospital do Trauma, que depende da renovação do convênio com o Ministério da Saúde e precisa da liberação de R$ 3,1 milhões.

O Hospital do Trauma, que terá 130 leitos, é considerado fundamental para desafogar o setor de ortopedia da Santa Casa, que vive superlotado e obriga pacientes a esperar por longo tempo por cirurgias em decorrência dos acidentes de trânsito, principalmente, de motociclistas.

Teslenco destaca que existem vários problemas que só poderão ser solucionados com intervenção do município, mas que estão parados em decorrência da falta de vontade do prefeito.

Na manhã de hoje, após toda a diretoria comparecer ao gabinete, Bernal informou que talvez receba o grupo à tarde.

 

Primeira parcela do recurso do Governo foi repassada hoje para Santa Casa
A primeira parcela, no valor de R$ 750 mil, do recurso firmado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, foi repassada nesta segunda-feira (27) à Santa Cas...
Santa Casa é um dos 9 hospitais que farão parte do SOS Emergências em 2014
Em todo o país, 22 unidades hospitalares integram o programa S.O.S Emergências, criado pelo Ministério da Saúde para qualificar a gestão e o atendime...
Capital já tem 60,02% do eleitorado com cadastro biométrico realizado
Dos 606.409 eleitores atuais de Campo Grande, 363.991 já compareceram a um dos postos de atendimentos da Justiça Eleitoral e realizam o cadastro biom...
Campo Grande recebe em maio workshop sobre emergências e desastres
Campo Grande sediará em maio o 1º Workshop Internacional de Emergências e Desastres, evento que será realizado na Uniderp, em parceria com o Centro A...


Isto porque é uma gestão para "as pessoas em primeiro lugar"...imagina se não fosse :/

Depois vem falar que é perseguição da Câmara? [tudo bem que a Câmara também não ajuda, mas, convenhamos, eles até que tem motivos para ficarem no pé do homem....]
 
Andreia Silva em 07/02/2014 16:30:52
Uma pergunta das boas,a Empresa que vai Construir por acaso e do Wilson Teslenco também?....
 
Carlos Alberto em 07/02/2014 16:09:42
as pessoas em primer lugar foi a propaganda e agora as pessoas em ultimo lugar se de tempo
 
Carlos Hugo jaimes em 07/02/2014 15:15:51
E o MP, nada? Não tem nenhum órgão que fiscalize o prefeito? Isso tá muito esquisito.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 07/02/2014 12:51:21
SÓ POSSO DIZER UMA COISA: o processo eleitoral do país não tem meritocracia educacional e social nenhuma, só política. Hoje, comprovando que você não é analfabeto, você já tem o aval para decidir sobre PACOTES IMENSOS de recursos públicos. Um absurdo: quem deveria tomar decisão sob recursos são aqueles que vão ter critérios mais lapidados. Caso contrário, os critérios serão meramente políticos (jogos de interesses, dentre outros). Se não bastasse, o povo ## não tem nível educacional suficiente e nem se interessa ## por compensar esse viés.
 
Fernando Giardino em 07/02/2014 12:15:01
é impressionante a falta de preparo desse "prefeito". serão longos 4 anos para tirarmos esse cidadão do poder legislativo.
 
rodrigo leite em 07/02/2014 11:27:25
todo aquele que detém poder e não encontra limite, tende a dele abusar.
"Montesquieu"
 
nei salviano em 07/02/2014 10:53:53
E assim que o Sr. PREFEITO, trata a saúde de Campo Grande, ele com essas picuinhas pra mostrar que ele tem o poder esquece que nos cidadãos e que estamos morrendo nas filas pque com certeza ele e a sua familia tem plano de saude. Então o povo que se ferre,mas essas atitudes só comprovam como ele é despreparado para o cargo.
 
rosa lurdes Gomes em 07/02/2014 10:03:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions