A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

28/05/2019 19:37

Beto Mariano e empresário João Amorim deixam Centro de Triagem

Mariano e o empresário deixaram a unidade prisional em dois veículos.

Adriano Fernandes e Humberto Marques
Beto Mariano entrando em veículo que o levou para fora do Centro de Triagem. (Foto: Paulo Francis) Beto Mariano entrando em veículo que o levou para fora do Centro de Triagem. (Foto: Paulo Francis)

O servidor Wilson Roberto Mariano, o Beto Mariano, e o empresário João Alberto Krampe Amorim dos Santos, deixaram o Centro de Triagem Anízio Lima, por volta das 19h30 da noite desta terça-feira (28) em Campo Grande.

Eles saíram do local em dois veículos, que minutos antes haviam sido escoltados por agentes para dentro da unidade prisional. João Amorim e Beto Mariano foram beneficiados com habeas corpus distintos expedidos pela 5ª Turma do TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região). 

O empresário teve seu pedido acatado pelos desembargadores federais ao lado de Elza Amaral, apontada como sua sócia na construtora Proteco –uma das empresas implicadas na Lama Asfáltica.

Já Mariano foi liberado ao lado da filha, Mariane Mariano, a qual o MPF (Ministério Público Federal) suspeita que tenha sido usada como “laranja” do pai na realização de negócios e ocultação de bens. Elza e Mariane cumpriam medidas restritivas de liberdade por determinação da Justiça e, com os habeas corpus, ficam livres desde que cumpram algumas exigências.

Os quatro devem comparecer mensalmente à Justiça para informar as atividades que exercem, estão proibidos de se ausentar de Campo Grande por mais de 15 dias sem aval do Judiciário ou de deixar o país por tempo indeterminado –sendo obrigados a entragar seus passaportes.

O ex-secretário de Obras Públicas e Transportes, Edson Giroto, ainda segue preso no Centro de Triagem, mas aguarda parecer do STJ (Superior Tribunal de Justiça), sobre o seu pedido de liberdade após ser condenado em primeira instância em outra ação da Lama Asfáltica que apurou ocultação de bens referente a uma fazenda, que teria sido registrada em nome de “laranjas”.

Veículo em que o servidor Wilson Roberto Mariano, deixou a unidade prisional. (Foto: Paulo Francis) Veículo em que o servidor Wilson Roberto Mariano, deixou a unidade prisional. (Foto: Paulo Francis)
Fiat Palio deixou o centro de triagem, minutos antes do utilitário em que estava Bato Mariano. (Foto: Paulo Francis)  Fiat Palio deixou o centro de triagem, minutos antes do utilitário em que estava Bato Mariano. (Foto: Paulo Francis)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions