A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/09/2014 10:52

Bombeiros não aparecem e incêndio destrói seis barracos em favela

Edivaldo Bitencourt e Aliny Mary Dias
Seis barracos foram totalmente ou parcialmente destruídos pelo fogo (Foto: Marcos Ermínio)Seis barracos foram totalmente ou parcialmente destruídos pelo fogo (Foto: Marcos Ermínio)

Um incêndio destruiu totalmente e parcialmente seis barracos na Favela Cidade de Deus, no Bairro Dom Antônio Barbosa, na saída para Sidrolândia. Apesar da gravidade, a ocorrência não foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e moradores apelaram a um caminhão-pipa e baldes para apagar o fogo.

O fogo começou por volta das 10h desta quinta-feira (11) na Favela Cidade de Deus, onde, conforme informações repassadas à Justiça, vivem aproximadamente 800 famílias. Houve pânico e moradores recorreram a baldes de água e mangueira para combater as chamas. Um caminhão pipa, que passava na BR-262, ao lado do lixão, atendeu aos apelos das famílias e parou para ajudar os moradores.

Um barraco foi totalmente destruído pelo fogo. Segundo testemunhas, a residência era ocupada por três meninas.

O catador Nivaldo Pires da Silva, 57 anos, perdeu tudo no incêndio que destruiu o segundo barraco. Ele contou que só conseguiu salvar um colchão e o aparelho de televisão. O morador perdeu roupas, rádio, panelas, utensílios domésticos e outros pertences.

Morador que perdeu roupas e pertences durante incêndio em favela (Foto: Marcos Ermínio)Morador que perdeu roupas e pertences durante incêndio em favela (Foto: Marcos Ermínio)

Outros quatro barracos foram parcialmente destruídos pelo fogo. A casa de uma enteada de Silva também foi atingida, mas os vizinhos salvaram geladeira e outros bens.

A maior revolta dos moradores era com o Corpo de Bombeiros, que não enviou nenhuma viatura para atender a ocorrência. Até às 10h50 de hoje, nenhum militar chegou ao local para apagar o fogo.

Segundo a catadora Vera Pereira, 46, este é o segundo incêndio que ocorre na favela. No primeiro, segundo ela, a corporação levou muito tempo para chegar ao local. A favela fica no anel rodoviário de Campo Grande, a cerca de 15 quilômetros do Centro da Capital.

A Favela Cidade de Deus é alvo de uma grande polêmica desde a semana passada, quando a Justiça determinou a reintegração de posse da área e o despejo das 800 famílias.

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito para investigar a ocupação irregular da área e alertou para o risco em decorrência das ligações clandestinas de energia. A Prefeitura conseguiu suspender a reintegração de posse após alegar que não há uma área para reacomodar as 800 famílias.

Morador usou balde de água para apagar as chamas que começaram por volta das 10h de hoje (Foto: Marcos Ermínio)Morador usou balde de água para apagar as chamas que começaram por volta das 10h de hoje (Foto: Marcos Ermínio)


A CULPA É DO BOMBEIRO, QUE DISSE PODEM CONSTRUIR NESSE LOCAL QUE É SEGURO ? FALA SERIO, ESTÃO SABENDO DOS RISCOS E MESMO ASSIM SE ACHAM NO DIREITO MAIS ESQUECEM OS DEVERES E OBRIGAÇÕES, E CULPO TAMBÉM A PREFEITURA, QUE COM A SUA GUARDA MUNICIPAL QUE É PARA CUIDAR O PATRIMÔNIO, DEIXARAM QUE ESSA FAVELA COMEÇASSE LÁ NO LIXÃO E NÃO FOSSE IMPEDIDA PORQUE?, ASSIM COMO MUITAS OUTRAS ESTÃO APARECENDO. BEM AQUI NA RUA PETRÓPOLIS PRÓXIMO PONTE DE ACESSO AO CONJUNTO UNIÃO, FAVELA ESSA QUE JÁ FOI MUDADA PARA O RESIDENCIAL RIVIERA PARQUE, TODOS GANHARAM CASA LÁ, E AGORA JÁ TEM GENTE DE NOVO NESTE LOCAL MAIS DE 5 FAMÍLIAS, E A PREFEITURA NADA, AI PEGA FOGO A CULPA É DO BOMBEIRO. QUE O C.GRANDE NEWS FAÇA UMA REPORTAGEM POIS AS CRIANÇAS BRINCAM NA AVENIDA E NA RUA COM RISCO DE ACIDENTE.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 11/09/2014 14:21:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions