A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/01/2014 09:50

BRs contabilizam 16 mortes em janeiro; um óbito a cada 27 horas

Aliny Mary Dias
Mato Grosso do Sul registrou 112 acidentes em balanço parcial de janeiro (Foto: Marcos Ermínio)Mato Grosso do Sul registrou 112 acidentes em balanço parcial de janeiro (Foto: Marcos Ermínio)

O balanço parcial da PRF (Polícia Rodoviária Federal) sobre acidentes registrados em janeiro deste ano aponta que o ano já teve 16 mortes e 112 acidentes nas rodovias federais de Mato Grosso do Sul. Os dados levam em conta as ocorrências registradas até o dia 18 deste mês. É uma morte a cada 27 horas nas estradas federais do Estado neste ano, contra uma média de um óbito a cada 35 horas em janeiro do ano passado.

No levantamento também há os dados de anos anteriores, no entanto, os números correspondem aos meses de janeiro completos e não até o dia 18, como o divulgado referente a 2014.

De acordo com a PRF, foram 21 mortos no ano passado e 288 acidentes nas rodovias do Estado. Em relação a 2012, o ano passado teve aumento 24% no registro de mortes e 15% nos acidentes.

Outro dado aponta que também houve redução de acidentes nos anos de 2011 e 2012, todos os índices levam em conta os meses de janeiro.

Neste ano, as estradas federais tiveram 62 feridos leves e outros 19 em estado grave. No ano passado, os leves chegaram a 142 pessoas e os em estado grave somaram 50 vítimas.

Luiz presencia imprudência de motoristas de carro de passeio (Foto: Marcos Ermínio)Luiz presencia imprudência de motoristas de carro de passeio (Foto: Marcos Ermínio)

Imprudência – Para quem vive nas estradas, os índices representam o que vem acontecendo de forma repetida. Luiz Wiist, 54 anos, é natural do Rio Grande do Sul, mas percorre o Brasil na boléia do caminhão há 35 anos.

Ele explica que as maiorias dos acidentes são causados por ultrapassagem irregular. “A gente vê muito carro pequeno arriscando e é bastante preocupante. Tem gente que leva a família no carro, mas não tem consciência do perigo”, completa.

Já para os irmãos Lenilson Lorenz, 45, e Vilson Lorenz, 42, a falta de experiência nas estradas é o principal motivo dos acidentes.

“Tem muita gente que não tem experiência e se arrisca nas estradas. Eu acredito que a velocidade é um dos principais problemas e mata muita gente todos os dias”, completa Vilson Lorenz.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions