A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/12/2010 12:19

Calendário de obras inclui Via Morena e intervenção na Júlio de Castilhos

Aline dos Santos
Trad busca recursos para concluir Centro de Belas Artes até o fim do seu mandato. (Foto: João Garrigó)Trad busca recursos para concluir Centro de Belas Artes até o fim do seu mandato. (Foto: João Garrigó)

Durante entrevista coletiva para prestação de contas, realizada nesta quarta-feira, o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), anunciou o calendário de obras.

A revitalização da Júlio de Castilhos, um das vias mais problemáticas de Campo Grande, será concretizada em 2011. No início deste ano, Trad já havia anunciado que as obras começariam no decorrer de 2010.

Serão investidos recursos de R$ 18 milhões. Após a definição da empresa que executará o serviço, o prefeito vai se reunir com os comerciantes para apresentar o cronograma.

“Vou me reunir com os comerciantes separadamente para que eles saibam quando começa e quando termina a obra. Desta forma, eles poderão dar férias coletivas ou acabar com o estoque”, explica.

Já a Via Morena será concluída no primeiro semestre de 2011. “Falta a parte que vai da casa dos oficiais da Base Aérea até a praça do Círculo Militar. Já temos dinheiro em caixa”, afirma Trad.

O terminal intermodal de cargas, localizado às margens do anel rodoviário, que fica entre as saídas para São Paulo e Sidrolândia, será concluído em março. “Depois, vamos fazer um chamamento público para definir o seu modelo de funcionamento. Vamos provocar o governo e entidades para somar esforços e acertar na melhor modelagem de operação para o terminal intermodal”, afirma.

Dinheiro - Trad ainda busca recursos do governo federal para que o Centro de Belas Artes seja concluído até 2012, fim de seu mandato. “O novo ministro do Turismo, que é do meu partido, o PMDB, pode ajudar a trazer mais recursos”.

O Centro de Belas Artes será instalado no prédio inacabado onde seria construído o Terminal Rodoviário de Campo Grande, na região do bairro Cabreúva. “O orçamento beira os R$ 40 milhões e já conseguimos um terço”, salienta.

O prefeito explica que outra fonte de recurso são as emendas parlamentares. Destinado a ser espaço de arte e cultura, o centro integrará o entorno histórico e turístico dos trilhos da Esplanada Ferroviária. O local terá uma administração central, teatro para 435 lugares, auditório para 137 pessoas e alojamento para 100 pessoas.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Recurso para drenagem e cultura são de ministérios diferentes meu amigo. Quer dizer que enquanto não arrumar a drenagem de seu bairro não investirá em cultura. Quanta falta de cultura. é só vender sua casa e mudar para perto da orla, lá tem drenagem.
 
Fábio Nogueira em 22/12/2010 09:52:41
moro perto da avenida Ernesto Geisel e todo dia vejo o perigo que é quando a avenida fica somente com uma pista em baixo do pontilhão por onde passava o trem, e essas situações o prefeito não toma conhecimento, acha melhor encher de concreto em alguns lugares para fazer propaganda e não se importa do risco de vida que estão correndo os motoristas e pedestes.
 
Danilo Diniz da Costa em 22/12/2010 09:07:40
moro no Jardim Mansur e gostaria de saber do prefeito quando vai vir o asfalto para a região, ao invés de fazer prédio para arte e cultura onde meia duzia se beneficia, prefeito sai do seu gabinete e anda nos bairros para ver a real situação, se liga.

 
Marines Soares de Carvalho em 22/12/2010 08:22:27
O bairro Nova Lima está abandonado, as ruas que não possuem asfalto (cerca de 85% do total das ruas do bairro), estão com muitos burracos e com alta vegetação. O prefeito deveria olhar mais para o Nova Lima.
 
Carlos de Carvalho Silva em 22/12/2010 05:48:48
Olá Prefeito...
E quanto a área que fica atrás da via morena, para ser mais exato próximo a escola Manoel Inácio de Souxa, na Vila Nova?
O senhor poderia dar uma passadinha por lá e verificar os entulhos, lixos e matagal que tomaram conta da Rua da Harmonia. Como diz o ditado "por fora bela viola, e por dentro pão bolorento".
 
Luiz em 22/12/2010 05:39:12
moro na região baixa da coophatrabalho e a 30 anos a população clama por um sistema de drenagem eficiente para aquele local, e no entanto o prefeito vem falar de investimento em prédio para arte e cultura ao invés de sanar esses problemas, isso é um absurdo.
 
marcelo dos santos bega em 22/12/2010 03:53:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions