A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/07/2011 16:47

Câmara aprova projeto que viabiliza construção de 4 mil casas na Capital

Aline dos Santos

Imóveis vão atender famílias na faixa de até 3 salários mínimos

Residencial da Homex foi contruído na modalidade operação urbana consorciada. (Foto: João Garrigó)Residencial da Homex foi contruído na modalidade operação urbana consorciada. (Foto: João Garrigó)

Projeto aprovado pela Câmara Municipal de Campo Grande viabiliza a construção de 4 mil casas nas regiões do Lagoa, Imbirussú e Segredo. Os imóveis serão edificados por empresas privadas, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida.

O projeto, que institui o plano da operação urbana consorciada, foi aprovado na última terça-feira pelos vereadores. Nesta modalidade, a construtora é obrigada a arcar com contrapartidas como implantação de parque linear, ciclovias, pavimentação asfáltica, drenagem e construção de equipamentos comunitários.

No Minha Casa, Minha Vida, a prefeitura abre mão da cobrança de impostos e taxas. De acordo com o secretário municipal de Governo, Rodrigo Aquino, os imóveis vão atender famílias na faixa de 0 a 3 salários mínimos.

“Vai atender a demanda de cadastro na Emha [Agência Municipal de Habitação]”, afirma. Segundo ele, as habitações começarão a ser construídas ainda neste ano.

O projeto estabelece prazo de três anos para realização da operação consorciada. Atraso nas obras por mais de seis meses implica no cancelamento da parceria.

Conforme o diretor-presidente da Emha, Paulo Matos, 90% dos inscritos à espera de uma casa própria se enquadram na renda até 3 salários mínimos. “E no Minha Casa, Minha Vida 2, a renda mínima vai aumentar de R$ 1.395 para R$ 1.600”, salienta.

Ainda conforme o presidente da Emha, 60% das construções deve atender famílias com renda até três salários. Até então, a exigência era de 40%. Segundo Matos, vários grupos, inclusive locais, já demonstraram interesse em construir os residenciais ns regiões do Lagoa, Imbirussú e Segredo.

As casas devem ser construídas nas regiões dos bairros Campo Novo, Nascente do Segredo e Jardim Carioca. No ano passado, a Homex e a prefeitura fizeram operação urbana consorciada para construção de 3 mil imóveis no bairro Paulo Coelho Machado. Hoje, foram entregues as primeiras 92 unidades habitacionais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions