A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/05/2012 11:01

Câmara realiza audiência para analisar a Lei de Diretrizes Orçamentárias

Wendell Reis

Prefeito não espera grandes emendas na LDO e diz que em time que "se ganha não se mexe"

Prefeito diz que orientou a Comissão de Finanças e os vereadores para que possam se ater a apresentação de emendas focadas exatamente nas diretrizes (Foto: Minamar Junior)Prefeito diz que orientou a Comissão de Finanças e os vereadores para que possam se ater a apresentação de emendas focadas exatamente nas diretrizes (Foto: Minamar Junior)

Os vereadores de Campo Grande realizam uma audiência pública nesta segunda-feira (7), às 17 horas, para analisar o conteúdo da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). A audiência com a participação do secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Paulo Nahas, será aberta ao público, que poderá apresentar sugestões aos vereadores.

Cada um dos 21 vereadores pode apresentar uma sugestão para a LDO até sexta-feira (11). Ela serve de base para o orçamento. O relator da LDO, vereador Herculano Borges (PSC), explica que neste ano um dos temas mais abordados é a acessibilidade nos órgãos públicos e até no trânsito. Ele ressalta que muitos prédios públicos são antigos e precisam se adequar a legislação.

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), declarou na manhã desta segunda-feira (7) que a LDO demonstra apenas as diretrizes onde o dinheiro será investido e não se pode confundir com o orçamento. O prefeito revela que já orientou a Comissão de Finanças e os vereadores para que possam se ater a apresentação de emendas focadas exatamente nas diretrizes.

“Não muda nada. Time que se ganha não se mexe. Recentemente tivemos a notícia pela Confederação Nacional de Municípios que Campo Grande é primeiro lugar das capitais na questão da responsabilidade fiscal. Então, é um motivo de orgulho para nós. Vamos manter este nível de entendimento no sentido de ir atrás da máxima que em time que se ganha não se mexe”.

A Prefeitura espera um orçamento de R$ 2.630.153.000,00 em 2013, com crescimento de 5,50% em relação ao orçamento de 2012, passando para R$ 2.790.881.000,00 em 2014, em um crescimento de 6,11% e, finalmente, R$ 3.015.03.000,00, em um acréscimo de 8,03% em 2015.

A prefeitura alega que baseou-se nos índices de inflação e PIB (Produto Interno Bruto), adotando a previsão de inflação dentro dos parâmetros fixados pelo Governo Federal, associados ao PIB real de 2009, com projeção dos anos de 2010 a 2015. Segundo a prefeitura, o orçamento será mais conservador para que seja, efetivamente, realizado.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions