A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/10/2016 21:44

Caminhoneiro que matou ex-mulher a tiros é condenado a 15 anos de prisão

Nyelder Rodrigues

O camioneiro Joselmal Gomes Fernandes, de 56 anos, foi condenado a 15 anos e seis meses de prisão nesta sexta-feira (7), por matar a tiros a ex-mulher, Edna da Silva Nascimento, de 35 anos, no dia 10 de julho de 2013, no bairro Chácara das Mansões - localizado na região sul de Campo Grande.

No julgamento, ele foi julgado por homicídio qualificado, com agravante da violência doméstica. Ele matou Edna em casa, quatro dias após a separação do casal, que ficou junto por 18 anos. A motivação para o crime, divulgado à época, foi de que Joselmal não concorda com a separação e achava que Edna era má influência para a filha.

O caso aconteceu na rua Capão Redondo, aproximadamente às 21h30. Além de matar a ex-mulher, o camioneiro tentou matar o irmão dela, só não o matando porque os disparos não atingiram regiões vitais do corpo.

Conforme os autos do processo, Joselmal dificultou a defesa de Edna, já que atirou em um momento de distração dela. A vítima chegou a ser socorrida por familiares e levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário. Entretanto, ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Na tentativa de salvar Joselmal da prisão, a defesa pediu a absolvição por clemência, pois o crime teria sido cometido logo após a injusta provocação feita pela vítima. A tese não foi aclamada pelo júri, que por maioria de votos declarados, condenando Joselmal a prisão em regime fechado, inicialmente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions