A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/07/2016 09:55

Candidato a prefeito quita documento em blitz e recupera Lamborghini

Luana Rodrigues
Avaliada em R$ 1,075 milhão, Lamborghini foi apreendida na noite de sábado, com licenciamento atrasado. (Foto: Divulgação)Avaliada em R$ 1,075 milhão, Lamborghini foi apreendida na noite de sábado, com licenciamento atrasado. (Foto: Divulgação)

O dono do Lamborghini modelo Gallardo Coupe Superleggera LP570-4, apreendido durante blitz da Polícia Militar na noite deste sábado (23), retirou o veículo do Detran (Departamento de Trânsito) na manhã desta segunda-feira (25). Ele tentou impedir que o carro fosse para o pátio do departamento, pagando o documento vencido na hora da apreensão, mesmo assim o veículo, avaliado em R$ 1,075 milhão, teve de ser levado pela PM.

Segundo o BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), o proprietário do veículo pagou o licenciamento do carro pelo celular, na hora da apreensão. Como o pagamento não apareceu no SGI (Sistema Geral Informação) da polícia, os policiais não poderiam liberá-lo.

O carro está em nome do empresário e produtor rural Armando Bianchessi, que mora e é pré-candidato a prefeito pelo PR em Chapadão do Sul, município a 320 km de Campo Grande. A polícia não informou se era ele quem conduzia o veículo. O Campo Grande News tentou falar com o proprietário do carro, mas ele não atendeu às ligações.

Ainda conforme o BPTran, o carro esportivo estava com o licenciamento e o seguro obrigatório vencidos. Os valores dos documentos não foram divulgados, mas segundo o Detran, o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do carro custa cerca de R$ 50 mil.

Como era muito baixo, o veículo não pôde ser guinchado. Foi o próprio dono que o conduziu até o pátio do Detran.

Mais apreensões - Ao todo178 veículos foram abordados e 45 notificações realizadas durante a ação na principal avenida de Campo Grande. E dos 28 carros apreendidos, um era o Lamborghini preto que chamou a atenção.

Outras sete motos foram apreendidas pela polícia e duas pessoas autuadas por dirigir sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions