ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Capital abre licitação de 74 milhões para asfalto e “piscinões” em 6 bairros

São 13 km de pavimentação, 15 km de drenagem e 11 km de ciclovia, além de uma ponte sobre o Córrego Imbirussu

Por Adriel Mattos | 23/06/2022 11:17
Com o projeto, Campo Grande terá novo acesso ao aeroporto e Polo Empresarial. (Foto: Divulgação/PMCG)
Com o projeto, Campo Grande terá novo acesso ao aeroporto e Polo Empresarial. (Foto: Divulgação/PMCG)

A prefeitura de Campo Grande abriu licitação para contratar a implantação de malha de vias estruturantes nos bairros Santa Emília, São Conrado, Carioca, Nova Campo Grande, Serradinho e Eliane. O aviso foi publicado na edição desta quinta-feira (23) do DOU (Diário Oficial da União).

O projeto de R$ 74,2 milhões prevê a execução de 13,3 km de asfalto, 15,2 km de drenagem, 11,6 km de ciclovia e uma ponte de 40 metros sobre o Córrego Imbirussu, segunda travessia para o Polo Empresarial Oeste, pelo prolongamento da Avenida General Carlos Alberto Mendonça até a Avenida Jamil Naglis.

Pela Avenida General Carlos Alberto Mendonça, entre os bairros São Conrado e Santa Emília, se chegará ao Polo Empresarial, na altura da Avenida Jamil Naglis ou ao aeroporto pela Avenida Wilson Paes de Barros. A Paes de Barros termina na Avenida Duque de Caxias, mas terá conexões de acesso asfaltado ao Serradinho, Nova Campo Grande e Jardim Carioca pelas Avenidas 3 e 7 por onde também se chegará ao Polo Empresarial Oeste.

Segundo a prefeitura, o prolongamento das avenidas General Carlos Alberto Mendonça Lima e Wilson Paes de Barros (que também serão duplicadas) deve encurtar em 14 km o trajeto que hoje é feito pelas avenidas Lúdio Coelho e Duque de Caxias.

Assim, a expectativa é da abertura de um corredor interligando as regiões urbanas do Imbirussu e Lagoa, por meio de um acesso ao Aeroporto Internacional de Campo Grande e ao Polo Empresarial Oeste. A obra será dividida em três lotes, e deve ter custo menor já que a licitação é na modalidade menor preço.

“Piscinões” – Três piscinões com capacidade para reter mais de 90 milhões de litros de enxurradas serão implantados nos bairros Nova Campo Grande e Serradinho para eliminar pontos de alagamento. As bacias de contenção ficarão no Residencial Nelson Trad, sendo que a maior terá capacidade para 53 milhões de litros, na rotatória da Avenida Wilson Paes de Barros.

O projeto de drenagem prevê a implantação de 15 km de tubulação e 1,4 km de colchões drenantes. São estruturas de pedra que retém a água e impedem que subam para superfície danificando o pavimento. Na região do Nova Campo Grande, a água brota do lençol freático a 1 metro de profundidade.

Estão programados 1.504 metros de colchões de pedra, 420 metros na Avenida Wilson Paes de Barros e 1.084 metros na Avenida General Carlos Alberto Mendonça.

Nos siga no Google Notícias