ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Casas frequentadas por usuários de droga são incendiadas

Uma das residências foi destruída pelo fogo. A outra teve parte do teto danificado pelas chamas

Por Viviane Oliveira e Mariana Rodrigues | 02/03/2021 10:18
O teto de uma das casas desabou durante o incêndio (Foto: Mariana Rodrigues)
O teto de uma das casas desabou durante o incêndio (Foto: Mariana Rodrigues)

Duas casas localizadas na Rua Alan Kardec, no Bairro Amambaí, foram incendiadas na noite de ontem (1º), em Campo Grande. Ninguém ficou ferido. Morador da região, que preferiu não se identificar com medo de represália, disse que o incêndio foi criminoso.

Uma das residências foi destruída pelo fogo. A outra teve parte do teto danificado. Segundo relatos de testemunhas à reportagem, as duas casas fazem parte, no total, de 5 imóveis, que pertencem a um único dono. Os bens são de inventário.

Eles contaram ainda que as casas estão abandonadas há anos e são frequentadas por usuários de drogas, situação que causa desconforto à vizinhança. “Não é a primeira vez que os imóveis são incendiados. Quem vive nessas casas são moradores de rua e usuários de droga”, reclamou um vizinho.

Várias viaturas do Corpo de Bombeiros foram acionadas para atender a ocorrência de incêndio. Cerca de  3 mil litros de água foram usados para conter as chamas. As labaredas altas assustaram os moradores.

Hoje de manhã quando a equipe do Campo Grande News chegou havia moradores de rua retirando o que havia sobrado de material reciclável. Um morador que mexe com produtos eletrônicos ficou com medo do fogo se alastrar e atingir a casa dele. “Não sei quem colocou o fogo. Só sei que foi criminoso”, lamentou.

No mês de novembro, a reportagem alertou que todas as noites a Rua Alan Kardec é tomada por usuários de drogas, que amedrontam os frequentadores e diminuem os lucros dos empresários. Nos primeiros dias deste ano, câmeras de videomonitoramento do programa Cidadão Integrado CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) mostraram dependentes químicos pelas ruas do Bairro Amambaí.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário