A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/01/2016 11:58

Central do Cidadão funciona irregularmente e pode ser interditada

Natalia Yahn
Corpo de Bombeiros afirma que Central funciona irregularmente desde 2013. (Foto: Gerson Walber)Corpo de Bombeiros afirma que Central funciona irregularmente desde 2013. (Foto: Gerson Walber)

O prédio da Central de Atendimento ao Cidadão, na Rua Cândido Mariano, em Campo Grande, funciona irregularmente desde 2013, por não ter um projeto de incêndio e pânico aprovado pelo Corpo de Bombeiros. A assessoria de comunicação dos militares informou que ainda nesta segunda-feira (11) fará vistoria no local, onde houve princípio de incêndio pela manhã, para notificar e dar prazo de regularização à Prefeitura.

Caso haja perigo iminente, o prédio será interditado imediatamente. A situação foi confirmada pelo tenente-coronel Hudson Farias de Oliveira, chefe da assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros da Capital.

No dia 18 de julho de 2013 o projeto de incêndio e pânico do prédio foi apenas apresentado. “Mas, depois disso é necessária uma vistoria para confirmar a execução do mesmo, o que até hoje não foi feito e, por isso, a situação do prédio é irregular”, disse o tenente-coronel Hudson de Oliveira.

Um princípio de incêndio causado por uma lâmpada em curto, na manhã de hoje (11), provocou a evacuação e o fechamento temporário do prédio. A previsão é de que a central seja reaberta à tarde.

O local foi tomado pela fumaça e funcionários precisaram usar extintores de incêndio para conter o fogo que saía da lâmpada.

O servidor público Daniel Felipe, que estava na Central quando o fogo começou, disse que os funcionários alertaram sobre o princípio de incêndio e pediram para que as pessoas deixassem o prédio. “Observei que não houve preparo. Eles queriam apagar as chamas com uma escada que não chegava até a lâmpada, que era alta demais. Não tinha sirene e nem detector de fumaça, foi o grito dos funcionários que alertou a todos”.

Prevenção – O projeto de incêndio e pânico prevê a criação de uma Brigada de Incêndio com profissionais credenciados em primeiros socorros e combate a incêndio. Além disso, outros itens são necessários para que o local tenha autorização para funcionamento.

“Na vistoria do projeto o Corpo de Bombeiros verifica se a execução foi feita corretamente e se o prédio tem rota de fuga, saída de emergência, extintores de incêndio, detector de fumaça e hidrante de parede”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions