ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Cinco meses após polícia fechar bocas de fumo, família de traficante é presa

Líder do esquema foi preso em agosto de 2021; na ocasião, três bocas de fumo foram fechadas

Por Ana Paula Chuva | 14/01/2022 13:49
Material apreendido ontem nas bocas de fumo. (Foto: Divulgação | Polícia Civil)
Material apreendido ontem nas bocas de fumo. (Foto: Divulgação | Polícia Civil)

Equipe da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prendeu em flagrante três pessoas por tráfico de drogas, no Bairro Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Todos os presos não tiveram a identidade revelada, mas fazem parte da família de traficante preso em agosto de 2021.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 20 anos, seria esposa do "patrão" do esquema preso no dia 25 de agosto do ano passado. Um dos homens seria tio dela e o terceiro preso não teve o parentesco revelado.

Os suspeitos estavam em duas casas diferentes e com eles, foram apreendidas seis porções de maconha, duas de pasta base, balanças de precisão, maquininha de cartão e dinheiro da venda do entorpecente. Ambos os pontos de venda também seriam do traficante preso no ano passado e tiveram mais de 20 denúncias de tráfico de drogas após a prisão do "patrão".

Os dois homens detidos ontem (13), já têm passagem por tráfico de drogas e, junto com a mulher, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico e encaminhados para a delegacia, onde serão apresentados em audiência de custódia.

"Patrão" - No dia 25 de agosto do ano passado, equipe da especializada fechou três bocas de fumo e prendeu três traficantes no bairro. Entre eles, o "patrão", que seria dono das biqueiras.

Todos os imóveis eram na mesma rua e perto um do outro. Cada um dos presos vendia produtos diferentes, ou seja, em uma das casas havia apenas maconha, na outra pasta base e na residência do chefe, as duas drogas, que era repassada para os comparsas.

A apreensão aconteceu durante investigações da Operação Ômega. Na casa do patrão, foram apreendidas 138 porções de maconha prontas para serem comercializadas, com peso total de 3.434g e 02 pedras de pasta base, com peso de 20,9g.

Na casa de um dos vendedores, foram encontradas 21 porções de maconha, pesando 252g e na casa do outro, 29 porções de pasta base, além de balança de precisão e dinheiro fruto do tráfico.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário