A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Junho de 2019

12/01/2019 11:32

Clima é de mistério em rua onde rapaz foi alvo de atentado na Moreninha II

Vizinhos dizem que não ouviram nenhuma discussão ou confusão além dos disparos

Bruna Pasche e Bruna Kaspary
Local onde Vitor caiu foi lavado e uma corrente foi encontrada (Foto: Kísie Ainoã)Local onde Vitor caiu foi lavado e uma corrente foi encontrada (Foto: Kísie Ainoã)

Moradores da Rua Barreiras, no bairro Moreninha II, estranharam a silenciosa tentativa de homicídio que aconteceu na madrugada deste sábado (12), no local. Vitor Hugo Rosa Francisco, 20, foi atingido com um tiro na nuca e está internado em estado grave na Santa Casa.

Uma dona de casa de 21 anos que mora na região contou que o corpo de Vitor Hugo foi encontrado em frente a sua casa, mas que além dos tiros, nenhuma confusão foi ouvida. “Estou achando muito estranho porque foi tudo muito silencioso. Sempre que tem alguma confusão ou discussão aqui na rua, a gente escuta tudo porque meu quarto fica virado para a varanda da casa e eu não escutei nada além dos tiros”.

Ela explicou que ouviu os tiros e saiu para ver o que estava acontecendo, mas só encontrou a vítima caída. “Depois de um tempo uns amigos dele apareceram por lá, mas também não disseram nada. Eu estudei com ele na época da escola, ele era conhecido como “Boca” e nós perdemos o contato”, disse.

A testemunha que acionou o Corpo de Bombeiros, um empresário de 46 anos, disse que logo depois dos tiros uma pessoa bateu no portão da padaria dele para pedir para chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). “Eu disse que não tinha o número deles, e que ia ligar para os Bombeiros, logo depois apareceu outra pessoa, que disse que parecia que o guri tinha sido acertado na cabeça”, informou.

Vitor Hugo está sedado e entubado, mas, depois de avaliação neurológica, foi descartada a necessidade de cirurgia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions