A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/06/2014 09:36

Com 107 mil atendimentos, setor de emergência recebe aparelhos

Aline dos Santos
Equipamentos serão distribuídos para nove unidades. (Foto: Marcos Ermínio)Equipamentos serão distribuídos para nove unidades. (Foto: Marcos Ermínio)

As nove unidades 24 horas da rede municipal de saúde terão novos aparelhos no setor de urgência e emergência. A distribuição começa pelo Centro Regional de Saúde do bairro Aero Rancho.

“O Conselho Regional de Medicina nos visitou e fez a solicitação que apressasse”, afirma o coordenador de urgência e emergência da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Paulo Henrique Tognini, que assumiu o cargo há um mês.

Em maio, as três UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e seis Centros Regionais fizeram 107 mil atendimentos nas salas vermelhas, que recebem os casos urgentes.

Os equipamentos são nove aparelhos eletrocardiógrafos, doze detectores fetais, oito oxímetros de pulso (que mede o oxigênio no sangue). O repasse é por meio de convênio com a Anhanguera/Uniderp. A instituição disponibilizou os equipamentos e a Prefeitura oferece vagas de estágio para os alunos do curso de Medicina. A entrega foi feita em reunião nesta quinta-feira na Sesau. 

De acordo com a supervisora da coordenação de urgência, Karine Fogaça, serão substituídos equipamentos antigos e que precisam de manutenção.

“Antes, umas unidades tinham, outras não. Agora cada uma vai ter o seu aparelho”, afirma o secretário municipal de Saúde, Jamal Salém. Conforme o secretário, o próximo passo é melhorar o atendimento no setor de Atenção Básica. “Para diminuir a procura nos 24 horas”, diz.

O setor de emergência sofre com a sobrecarga de pacientes e falta de leitos na Capital. Neste cenário, há pessoas que ficam internadas nas UPAs por ausência de vagas nos hospitais.

A Sesau negocia a compra de leitos com a rede particular. “Estamos aguardando as respostas dos hospitais privados. Queremos uma tabela com base no SUS [Sistema Único de Saúde]”. O déficit é de 800 leitos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions