A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

21/11/2018 19:51

Com 14 processos por estelionato, velho conhecido da polícia é preso

Envolvido em golpes que passavam de R$ 2 milhões, Teodoro Cassiano Cardoso estava com dois mandatos de prisão em aberto

Adriano Fernandes
Teodoro é acusado de estelionato em 14 processos na justiça. (Foto: Arquivo) Teodoro é acusado de estelionato em 14 processos na justiça. (Foto: Arquivo)

O estelionatário Teodoro Cassiano Cardoso, 49 anos, um velho conhecido da polícia por aplicar golpes no comércio da Capital foi preso, por volta das 18h desta quarta-feira (21), em um bar próximo a Orla Morena em Campo Grande.

Os agentes da base central da Polícia Municipal faziam rondas de rotina pela região, quando reconheceram o suspeito e decidiram abordá-lo. Ao checarem no sistema do Tribunal de Justiça, constataram que ele estava com dois mandados de prisão em aberto.

Cassiano foi encaminhado pelos os oficiais para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro.

Ficha criminal - Teodoro estava foragido por dois dos 14 processos na justiça em que é acusado de estelionato. Em 2014, ele e uma companheira de crimes, Marilda Fátima Kailer de Oliveira, 59 anos, já haviam sido presos por apicarem golpes que somados passaram de R$ 2 milhões.

No caso mais recente noticiado pelo Campo Grande News o criminoso de um calote de R$ 1,1 mil em um bar da cidade da Rua Antônio Maria Coelho, no Centro da Capital. À época, outubro do ano passado, ele se passou por fazendeiro e com um grupo de amigas consumiu R$ 850 no estabelecimento. Na hora de pagar, o homem se apresentou como Eduardo, disse que era fazendeiro e acertaria a conta depois.

O dono do estabelecimento aceitou e aguardou o depósito, que chegou a ser realizado pelo estelionatário, mas depois foi estornado. Numa outra ocasião, Teodoro retornou ao estabelecimento, consumiu mais R$ 250, novamente se identificou pelo nome falso e disse que pagaria a conta depois.

Mas na sequência ao checar o documento de identidade dele, os funcionários do bar descobriram que o homem se tratava de Teodoro, estelionatário com diversas passagens pela polícia. Ao ser descoberto, o golpista acompanhado com dois amigos, tratou de ir embora dizendo que a conta seria paga pelos colegas.

Em 2012, o criminoso suspeito de ter praticado mais de 30 estelionatos em Mato Grosso do Sul, foi detido em uma padaria na Avenida Mato Grosso. Ele já havia sido preso em flagrante meses antes em uma tentativa de estelionato, mas em maio do mesmo ano conseguiu na Justiça cumprir pena em regime semiaberto.

Teodoro logo após ser detido pelos policiais municipais. (Foto: Divulgação) Teodoro logo após ser detido pelos policiais municipais. (Foto: Divulgação)
Acusada de dar golpe de R$ 2 milhões é investigada por vender chácara
A Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Defraudações e Falsificações) apura o envolvimento da acusada de estelionato Marilda Fátim...
Mulher usou conta da mãe morta para aplicar golpe de R$ 2 milhões
A estelionatária Marilda Fátima Kailer de Oliveira, 59 anos, que foi presa segunda-feira (24) em uma fazenda de Rochedo, a 74 quilômetros de Campo Gr...
Estelionatário é preso pela 3ª vez quando tentava golpe de R$ 150 mil
Estelionatário conhecido por aplicar golpes no mercado imobiliário, Teodoro Cassiano Cardoso, 43 anos, foi preso nesta terça-feira, em Campo Grande, ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions