A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/05/2013 17:06

Estelionatário é preso pela 3ª vez quando tentava golpe de R$ 150 mil

Nadyenka Castro

Estelionatário conhecido por aplicar golpes no mercado imobiliário, Teodoro Cassiano Cardoso, 43 anos, foi preso nesta terça-feira, em Campo Grande, pela Dedfaz (Delegacia Especializada e Repressão a Crimes de Defraudações, Falsificações, Falimentares e Fazendários).

De acordo com a Dedfaz, esta é a terceira vez que o golpista é preso, em aproximadamente um ano. Teodoro é apontado como ‘especialista’ em vender imóveis com procurações falsas e teria praticado mais de 30 estelionatos.

O golpista havia sido preso em janeiro de 2012 e, em maio, começou a cumprir pena no regime semiaberto. Um mês depois fugiu e em dezembro voltou à cadeia quando tentava fazer mais uma vítima.

Teodoro novamente foi para o semiaberto e no dia 26 de dezembro fugiu outra vez. Nesta terça-feira, policiais souberam de mais uma tentativa de golpe dele e o localizaram quando tentava vender por R$ 150 mil o imóvel que morava.



Esse já provou que é irrecuperável. Infelizmente a justiça não tem subsídios para tirá-lo de circulação para sempre.
 
Tereza Cunha em 15/05/2013 09:33:08
É triste ler noticias deste tipo : "preso pela ter terceira, quarta, quinta vez" . Isto so mostra as falhas existente na vara de execuções penais que parece ter a função de libertar presos que cometem seus crimes sabendo que logo estarão nas ruas novamente. Quem comete um crime tem que ser preso uma vez só e cumprir toda a sua pena mas são tantos beneficios que até desanima quem procura ser honesto e etico neste pais.
 
Jose Batista em 15/05/2013 09:06:47
Os psiquiatras sempre dizem: "Os psicopatas nunca param...sempre voltam a praticar os mesmos crimes"!!
 
Jeanne Couto em 14/05/2013 23:12:37
E porque ele está solto ainda?? Justiça lixo da por...
 
Luiz Goiano em 14/05/2013 23:08:26
É preso pela terceira vez em 1 ano? Onde esta o erro? Na polícia não é, já que capturou o criminoso de novo! Erro é o judiciário brasileiro que do jeito que funciona nem devia existir, seria mais "justo" aos cidadãos de bem e mais "barato" aos cofres públicos dar um aumento de 50% a todo efetivo da polícia, exonerar(por não aplicar a justiça!) todos do judiciário e dar o poder de juíz aos delegados e comandantes das polícias! Quem deve opinar sobre leis são os cidadãos(já que sofrem os atos criminosos) e os políciais(que tem de prender os criminosos). Leis feitas por aqueles que não vivem no cotidiano é o mesmo que mandar bicicleteiro concertar turbina de avião!
 
Alexandre de Souza em 14/05/2013 22:13:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions