ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Com 30 pontos de coleta, Prefeitura quer arrecadar 37 mil agasalhos

Doações podem ser feitas até o dia 20 de julho

Por Fernanda Palheta e Geniffer Valeriano | 17/04/2024 19:05
Prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), no lançamento da 8ª edição da Campanha do Agasalho (Foto: Paulo Francis)
Prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), no lançamento da 8ª edição da Campanha do Agasalho (Foto: Paulo Francis)

Com o tema "Mãos que doam amor nunca ficam vazias", a Prefeitura de Campo Grande lançou, na tarde desta quarta-feira (17), a 8ª edição da Campanha do Agasalho do FAC (Fundo de Apoio à Comunidade). O objetivo é superar a arrecadação do ano passado e doar 37 mil cobertores e agasalhos para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social.

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), ressaltou que a campanha começou em boa hora para ajudar quem precisa com a chegada do primeiro frio do ano, que derrubou as temperaturas em todo o Estado.

"Essa campanha do agasalho vem em um mês oportuno, abril não é mês de chuva e faz 20 dias que nos estamos enfrentando chuvas torrenciais, é atípico. Estamos prontos e preparados para esses desafios", afirmou a prefeita. "No dia que chove, nós colocamos a botina e vamos para os bairros, vamos para as comunidades vulneráveis, vamos entender a necessidade das pessoas", completou.

Adriane reconheceu o "olhar voluntário do campo-grandense" ao lembrar do comprometimento da população para ajudar os moradores da comunidade Mandela após o incêndio que destruiu a casa e pertences de inúmeras famílias em novembro do ano passado. "Nós clamamos e a sociedade respondeu. Essa corrente do bem instituída é uma corrente onde nós não medimos esforços de doar aquilo que ainda é servível, mas que pode acolher e mudar a vida de uma pessoa", disse.

O coordenador geral do FAC, Adir Diniz, explica que as doações serão realizadas em três etapas. "Irão acontecer no dia 20 de maio, 20 de junho e 20 de julho. Conforme a gente for recebendo essas doações, nós vamos estar entregando para as comunidades em situação de vulnerabilidade social", detalha. Ele explica que as associações interessadas em receber doações devem procurar o FAC e apresentar ofícios para se cadastrar.

Ao todo, são 30 pontos de coleta, entre eles as secretarias do município, os centros comerciais Campo Grande e Bosque dos Ipês e a Escola Master, parceira da Prefeitura. As doações também podem ser feitas no FAC ou no Instituto Mirim. Todas as peças serão avaliadas pela equipe do FAC para que possam estar levando para quem precisa.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias