A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/03/2014 08:24

Com 4º furto neste sábado e prejuízo de R$ 45 mil, loja vai fechar as portas

Aline dos Santos
Loja funciona há quatro meses e foi furtada quatro vezes. Loja funciona há quatro meses e foi furtada quatro vezes.

Com quatro furtos em quatro meses de funcionamento, a loja Luca's Jeans, no bairro Santa Branca, em Campo Grande, vai fechar as portas.

O último furto foi na madrugada deste sábado. Como a vidraça foi quebrada pelos ladrões no dia 3 de março, a fachada da loja estava protegida com um banner. “Dessa vez, queimaram o banner e o restante rasgaram com faca”, relata o Élio Rodrigues Frias, 40 anos, pai do proprietário da loja. Mais uma vez, as peças de roupas foram “pescadas”.

Localizada na avenida Joana D’Arc, A loja abriu as portas em 23 de novembro do ano passado. “Vai fechar, não tem como. O estresse é demais. Das duas apólices de seguro, não recebi nem a primeira”, relata. O investimento do comerciante foi de R$ 60 mil. “Nesse tempo de funcionamento, foram R$ 5 mil em ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços]”.

O golpe final foi neste sábado. Uma pessoa viu quando os três ladrões furtavam a loja e avisou. “Foi uma correria, porque os vizinhos viram. Foi aquele pega bandido”, conta Élio. Ele relata que acionou a PM (Polícia Militar).

De acordo com o Boletim de Ocorrência, registrado na Depac Piratininga (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), próximo ao local foi encontrado um homem com peças furtadas. A pessoa devolveu as roupas, porém, o boletim de ocorrência informa que ele não foi levado para a delegacia.

“Mas a PM não o conduziu até este plantão, apesar de na hora, estar em provável situação de flagrante”, informa o registro policial. Ao todo, foram localizadas 30 peças, entre calças e shorts. “Ele disse que achou as peças e catou do meio da rua”, afirma Élio ao Campo Grande News. No entanto, salienta que até roupas de outros furtos foram localizadas na casa do homem.

A loja não tem câmeras de segurança, o que permitiria identificar os autores. “A situação é difícil” , diz Élio. O prejuízo chega a R$ 45 mil.



Se realmente é verdade que peças de outrosroubos forma encontradas na casa do suspeito a policia no minimo praticou o que chamamos de prevaricaão. Outra coisa este cara ou é muito azarado, é a primeira vez que fico sabendo em campo grande que um estabelecimento foi assaltado 4 vezes consecutiva em 4 meses de funcionamento.
 
juvenil marques do vale em 08/03/2014 10:42:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions