ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Com câmeras até nas saídas, Capital prevê quadruplicar monitoramento em 3 anos

Para isso, mais 100 estão conveniadas com o Governo Federal e outras 130 deverão ser instaladas no centro

Por Lucia Morel | 27/10/2021 16:35
Câmera de videomonitoramento na Rua 14 de Julho, Centro de Campo Grande. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Câmera de videomonitoramento na Rua 14 de Julho, Centro de Campo Grande. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Campo Grande quer fechar 2024 com quatro vezes mais câmeras de segurança e monitoramento nas ruas da cidade que as 71 em operação atualmente. Para isso, mais 100 estão conveniadas com o Governo Federal e outras 130 deverão ser instaladas na região central, totalizando 301.

O secretário municipal de Segurança, Valério Azambuja afirma que com o Reviva Campo Grande, a Rua Rui Barbosa vai receber equipamentos em toda sua extensão, desde onde se chama Rua Trindade, próximo à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) até a Avenida Euler de Azevedo. “Dá cerca de uma câmera a cada 100 metros”, comentou.

Mais aparelhos estão previstos para a área central no quadrilátero formado entre as vias Mato Grosso, Calógeras, Fernando Corrêa da Costa e José Antônio. Elas, somadas às 71 já em operação na 14 de Julho, vão garantir monitoramento e segurança em todo Centro, com 155 equipamentos, sendo 130 deles ainda por serem instalados.

Secretário Valério Azambuja mostra sistema em operação na cidade. (Foto: Kísie Ainoã)
Secretário Valério Azambuja mostra sistema em operação na cidade. (Foto: Kísie Ainoã)

As outras 100 câmeras de videomonitoramento previstas são de convênio com o Governo Federal, que prevê 50 delas em quatro saídas da cidade, com vias a prevenir roubo de veículos, já que um dos atributos dos aparelhos, será o de identificar carros roubados.

O valor a ser investido ainda não foi fechado, mas segundo Azambuja, a segurança pública é o principal objetivo da instalação dos equipamentos. Os que já estão em operação ajudam investigações policiais, processos judiciais e identificam infratores, além de serem usadas no controle do sistema de trânsito.

Hoje, o monitoramento já é feito com 71 câmeras distribuídas na Rua 14 de Julho, entre a Avenida Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso, além do quadrilátero composto pela Rui Barbosa, Calógeras, Mato Grosso, 26 de Agosto, Cabeça de Boi e Orla Morena.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário