ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Com estoque baixo, Santa Casa apela para doação de leite materno

Atualmente, hospital precisa de mais de cinco litros de leite por dia para atender a demanda

Por Karine Alencar | 23/03/2022 17:46
Fachada da Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf) 
Fachada da Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf)

Com estoque baixo, a Santa Casa de Campo Grande apela para que mães em período de amamentação contribuam com o BLH (Banco de Leite Humano), para a alimentação de recém-nascidos internados no hospital.

Atualmente, o setor precisa de mais de cinco litros de leite materno por dia para atender a demanda, entretanto, a quantidade é inferior ao que se recebe, segundo a nutricionista responsável técnica do BLH, Gislene Nantes. “No momento, estamos com uma demanda muito grande de pacientes e chegamos a atender por dia, até 30 recém-nascidos com prescrição de leite humano”, afirma.

As mães que quiserem doar precisam ser saudáveis, não usar medicamentos incompatíveis com a amamentação, não fumar mais que 10 cigarros ao dia e não usar drogas e álcool.

No momento da doação, é necessário apresentar exames pré e pós-natal compatíveis com a doação de leite. A Santa Casa destaca ainda, que qualquer quantidade pode ser doada, tendo em vista que a nutrição para os prematuros são iniciadas com 1ml de leite. Um litro de leite ofertado pode amamentar até 10 recém-nascidos por dia.

 Quem não puder sair de casa também pode fazer a coleta em recipiente de vidro esterilizado, congelar por (até 15 dias) e solicitar a retirada pelo hospital. Para reduzir a circulação e aglomeração de pessoas, a doação pode ser agendada pelo telefone (67) 3322-4174.

Nos siga no Google Notícias