ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Com HU superlotado, MPF convoca autoridades para evitar caos

A tentativa é de reabrir o PAM que foi fechado ontem devido à superlotação

Aline dos Santos | 17/08/2018 10:08
Hospital Universitário enfrenta superlotação e fechou PAM  por 15 dias. (Foto: Izabela Sanchez)
Hospital Universitário enfrenta superlotação e fechou PAM por 15 dias. (Foto: Izabela Sanchez)

Com os impactos do fechamento do pronto-socorro do HU (Hospital Universitário) de Campo Grande considerado ainda “sob controle” pelos demais hospitais, o MPF (Ministério Público Federal) convocou reunião na manhã desta sexta-feira (dia 17).

A tentativa é de reabrir o PAM (Pronto Atendimento Médico) que foi fechado ontem devido à superlotação. A medida tem previsão de durar 15 dias.

Na quinta-feira, eram 67 pacientes, mas o local tem 26 leitos. Os doentes estavam distribuídos em leitos, macas no corredor e até cadeiras. Hoje, o PAM do Hospital Universitário tem 57 pessoas. Desde ontem, 10 pessoas conseguiram vagas em quartos. A direção foi chamada para a reunião hoje no MPF.

No HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian o cenário nesta sexta-feira é a de superlotação tradicional. Hoje, são 95 pacientes e a capacidade de atendimento é de 77 pessoas. A análise é que continua lotado, mas dentro da “normalidade”.

Na Santa Casa de Campo Grande, o dia seguinte ao fechamento do PAM do HU ainda tem pouco reflexo, mas o temor é que a situação piore com o passar dos dias. Pela manhã, por exemplo, chegaram cinco vítimas de acidentes.

Ontem, o HU comunicou o fechamento por 15 dias à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), SES (Secretaria Estadual de Saúde), MPF (Ministério Público Federal), MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), CRM (Conselho Regional de Medicina), Conselho Regional de Enfermagem e Central de Regulação.

A Sesau informou ontem que o fluxo de encaminhamentos precisou ser reorganizado, com envio de pacientes para a Santa Casa e o Hospital Regional.

Nos siga no Google Notícias