A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/06/2014 15:10

Com licitação paulista, uniformes terão as cores da bandeira da Capital

Kleber Clajus
Aguardados desde fevereiro, uniformes escolares tem previsão de entrega para segunda quinzena de julho (Foto: Marcelo Victor / Arquivo)Aguardados desde fevereiro, uniformes escolares tem previsão de entrega para segunda quinzena de julho (Foto: Marcelo Victor / Arquivo)

Os uniformes escolares dos alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) serão adquiridos com o uso de processo da Prefeitura de Cotia (SP), além de trazer as cores da bandeira e o brasão de Campo Grande estampados. A opção adotada tem por objetivo garantir agilidade na confecção dos kits e o cumprimento de entrega, prometida pelo prefeito Gilmar Olarte (PP), para a segunda quinzena de julho.

De acordo com o secretário municipal de administração, Valtemir Brito, o processo de aquisição já foi autorizado pela procuradoria jurídica do município. Ele também ressalta que o uso da ata de preços reduz o tempo para a confecção dos uniformes, frente a abertura de nova licitação.

“Estamos em negociação quanto aos valores, mas os uniformes serão azuis com detalhes em amarelo, fazendo referência a bandeira do município, além de ter presente o brasão de Campo Grande”, adiantou Valtemir.

Ao todo serão adquiridos mais de 97 mil kits compostos por camisetas, shorts, tênis e mochila. Os itens são aguardados desde fevereiro pelos alunos e tem previsão de entrega a partir da segunda quinzena de julho, quando eles retornam das férias.

O valor a ser aplicado na aquisição dos uniformes não foi confirmado. Contudo, em 3 de junho a Câmara Municipal de Campo Grande aprovou suplementação orçamentária de R$ 26 milhões destinada a Semed (Secretaria Municipal de Educação) para, entre outras ações, garantir a compra dos produtos.

De carona - A gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) também pretendia se utilizar de ata de preços do interior paulista. Na ocasião, optou-se por pegar “carona” em pregão presencial da cidade de Osasco (SP), uma vez que a reserva orçamentária havia sido autorizada em 19 de dezembro de 2013 e as aulas iniciariam em 5 de fevereiro.

Além dos uniformes, também houve atraso na entrega de kits escolares que só chegaram a Capital a partir de 28 de março. Os itens foram adquiridos por R$ 2,2 milhões, em processo licitatório de menor preço, com a Brink Mobil Equipamentos Educacionais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions