A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/02/2012 11:27

Com marcas de espancamento no rosto, homem acusa policial civil

Fernando da Mata

Vítima sofreu agressões em um bar no bairro Buriti na noite de sábado (4). Outro suspeito de agressão não foi identificado.

Na hora que eles começaram a me bater, coloquei as mãos na cabeça, diz vítima. (Foto: Marlon Ganassin)"Na hora que eles começaram a me bater, coloquei as mãos na cabeça", diz vítima. (Foto: Marlon Ganassin)

Ferimentos no rosto e hematoma nas costas. Marcas de uma agressão sofrida pelo mototaxista Arimar Neco Rodrigues, 38 anos, em um bar no bairro Buriti, região sudoeste de Campo Grande. Dois homens são suspeitos, um deles policial civil.

O crime aconteceu na noite de sábado (4). A vítima relatou ao Campo Grande News que estava no estabelecimento tomando refrigerante quando os dois homens chegaram armados com pistolas e começaram a agredi-lo.

“Na hora que eles começaram a me bater, coloquei as mãos na cabeça. Deram soco no meu rosto, coronhadas no meu rosto e nas costas. Na hora que deram as coronhadas, eu caí, aí continuaram dando chutes em mim”, relatou.

Depois das agressões, os homens fugiram do local e a vítima foi socorrida pelo Samu e encaminhada para a Santa Casa, onde recebeu curativos e ficou em observação até a madrugada de domingo (5).

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Piratininga e será investigado pela 6ª Delegacia de Polícia Civil.

Rodrigues acredita que foi agredido depois de ter denunciado um dos homens suspeitos, o policial Vagnaldo Alvarenga do Amaral, 35 anos. Segundo a vítima, Amaral ajudou a invadir uma casa de sua propriedade a mando da namorada, que é ex-cunhada da vítima. Atualmente, a disputa pelo imóvel está na Justiça.

“Eles iam me matar. Só não me mataram porque o dono do bar pediu para eles pararem”, afirmou Arimar, que está com dez pontos embaixo do olho esquerdo.

A reportagem do Campo Grande News foi até a casa onde o policial estaria morando, mas não encontrou ninguém para falar sobre o caso. Em uma conversa sucinta pelo telefone, Amaral negou participação na agressão.

Além de ter que responder criminalmente, a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que será aberta uma sindicância administrativa para apurar a participação do policial.

Se o fato for confirmado, ele poderá sofrer penas administrativas que variam de advertência até demissão.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Não conheço do caso..em relação a essa suposta briga! Conheço o "Policial VAGNALDO".... pessoa correta, de família com conduta ilibada, bom caráter, digno em suas ações! Internautas fácil é julgar sem conhecer fatos? Errado. O que dizem são somente falácias, deve-se apurar para não cometer injustiças.
 
Waleska Ribeiro em 15/03/2012 10:40:51
Cadê o secretário de Segurança Pública, verificar os adjetivos desses policiais aqui no Campo Grande news, meu Caro Valter Oliveira, quem paga o seu salário somos nós, ou seja vc é um funcionário nosso, que eu digo, !!!!, se a populaçã não recolher os impostos vc vai viver do que!!
 
Valter Vieira Alves em 08/02/2012 02:30:23
Tudo começou com o policial ladrão de galinha em uma fazenda la de Sidrolândia (do ex prefeito Enelvo), depois foi a irmazinha do policial que incentivou o irmão que matou tranzeuntes na rua, depois os dois elementos policiais bebados tentando entrar na boate de graça agredindo o segurança, mais outra, cadê a Secretaria de Segurança, tem que por esses elementos na cadeia!!!!!!!!!!
 
Valter Vieira Alves em 07/02/2012 12:15:39
Esses "nóias" que falam mal de Policiais, na verdade acho que sentem inveja da posição ocupada por um Policial, e eles incompetentes que são, não conseguem essa posição. Antigamente, ganhávamos pouco mas divertíamos bem, hoje caros invejosos, modestamente ganhamos bem, o Governador não atraza nossos salários, e divertimos mais ainda ao vermos comentários invejosos como esses abaixo. VIVA A POLICIA
 
valter oliveira em 07/02/2012 12:01:49
agora todo mundo armado é Policial, eu acho que...isso...aquilo... pau na Policia né, vagabundo está melhor armado que muitos policias. esse cara tem que ter certeza do que fala...
 
adriano pechefist em 07/02/2012 08:35:00
Sem dúvida a violência não é o melhor caminho, as pessoas devem procurar a justiça para resolver questões como essas... não ficaria surpreso ao saber que ambos os lados estão errados, tanto quem bateu, como, quem apanhou...aí com certeza não tem "santo"...
 
laercio souza em 06/02/2012 12:59:28
Se comprovar a veracidade da violência aplicada por este ou estes policiais já que conforme relato da vitima os dois estavam armados, quem anda armado ou é policial ou bandido. Então restará a nossa tão querida corregedoria de polícia civil dar ai uma resposta a altura dos acontecimentos, pois abuso não é mais permitido nestes tempos, outrora estes abusos eram freqüentes e hoje ainda restas naqueles mais antigos algumas marcas desta violência que tanto denegria a imagem de nossa gloriosa policia civil e militar hoje o policial entende que é um servidor publico e como pessoa publica precisa tomar todo cuidado pois uma atitude mal pensada suja toda uma corporação que busca zelar pelo bom e pelo certo...
 
zildo de oliveira barros em 06/02/2012 12:46:33
eu acho eu particulamente que as policia en geral sao uns covarde so porque usa uma arma sao os cara covarde mesmo e o delegado edilson da omicidios
 
vanderlei marques em 06/02/2012 11:17:46
Isso e conversa pra Boi dormir, Já dizia o dito popular: ´´ Me digas com quem andas que eu te direi quem és.
 
paulo henrique em 06/02/2012 10:27:02
O cara ta quieto no bar e chega dois policiais e atacam ele na frente de todo mundo? Tavam querendo matar q o dono do bar pediu e eles pararão? Quem conhece o Vagnaldo sabe que ele não é do tipo de cara q puxa uma briga. Certeza q se ele tivesse sozinho quem tava todo quebrado agora era ele. Já a família do Arimar, quem num tá fugido, tá preso ou tá morto. É fácil julgar, difícil é apurar os fatos
 
Edson Lisboa em 06/02/2012 09:58:42
vai ver que o suposto policial tem o corpo fechado ou se acha homen de ferro(aço), ou seja, intocável, mas não deve se esquecer que nasceu de carne osso. e o outro eatava armado também, deve ser outro policial, senão, seria bandido, ai já é formação de quadrilha. olha. historia mal contada,,,,,meu Deus...
 
henrique de oliveira em 06/02/2012 06:27:03
Como em quaisquer segmentos existem os bons e os maus profissionais...com apuração dos fatos irão proceder melhor forma esta acabando a época que quem era agente de autoridade nao era punido estamos evoluindo e mto disso graças imprensa e Direitos Humanos lógico que mtos casos elas são falhas e inescrupulosas!!espero que cada dia o cidadão tome consciencia de seus direitos!1
 
Leandro Silva em 06/02/2012 05:56:36
Interessante esta notícia.
O mototaxista está em um bar, quando então dois homens armados lhe agride.
Daí começa o "achismo". Tenho suspeita do policial "tal" pois ele é namorado da ex cunhada e há uma disputa pelo imóvel.
A impressa, sempre informativa, dá até o nome do suposto policial envolvido.
O cara apanha e não sabe nem porque está apanhando??? Deve ser um daqueles cheio de "rolos".
 
João Ribeiro Ananias em 06/02/2012 04:54:38
Há pouco tempo um policial invadiu uma casa matou um pai de familia que não tinha nada a ver com o rolo de seus filhos, atirou em outras 3 pessoas, e agora essa. Será que está faltando por parte das lideranças policiais mais rigor para esses tipos de atitude???
 
Carlos Alvares em 06/02/2012 04:06:45
Não dá nada para o policial pode ir na corregedoria, o maximo é ele ficar sem o rendimento por um mês e afastado 15 ou 30 dias, tinha que exonerar esses maus policiais que mancham a instituição da policia do nosso estado.
 
sandra lima em 06/02/2012 01:55:44
Violência não leva a lugar algum, o melhor é sempre o diálogo. Mas de graça, ninguém apanha...
 
Jose Igatoro em 06/02/2012 01:41:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions